Polí­cia

Foto: Divulgação

Praticamente um Boletim de Ocorrência a cada hora foi registrado nas primeiras 24 horas de funcionamento da Delegacia Virtual, que retomou suas atividades na última terça-feira, 1º de setembro, com mais segurança aos usuários que procuram esse serviço. Mesmo durante os testes, o Sistema da Delegacia Virtual recebeu registros reais de Boletins de Ocorrências (BO’s) e nas primeiras horas de funcionamento 36 ocorrências foram registradas no ambiente virtual.  

A Delegacia Virtual oferece ao cidadão um atendimento policial mais rápido realizando registros online (BO’s) de diversas naturezas como furto ou perda de documentos, de objetos pessoais, denúncias anônimas ou identificadas de agressão contra o cidadão, em especial contra mulheres, idosos, crianças, conflito agrário ou desaparecimento de pessoas, sem que haja a necessidade de procurar uma delegacia física, já que a ocorrência registrada no ambiente virtual será homologada por escrivães e, posteriormente encaminhada a um delegado de polícia para dar continuidade ao processo.

O sistema Delegacia Virtual recebe e tramita dados e informações pessoais de diversas naturezas e necessita preservar seus usuários, oferecendo toda a segurança que uma delegacia física oferece, dessa forma o boletim online deve ser feito por pessoas com idade superior a 18 anos e as informações prestadas devem ser totalmente verdadeiras, pois serão conferidas pela autoridade policial.

O diretor de Informática e Telecomunicações da SSP, Roberto Marocco Júnior lembra que quando assumiu a diretoria, em fevereiro deste ano, já encontrou o sistema da Delegacia Virtual suspenso devido à certificação digital estar com validade expirada. “Nos empenhamos em mover o servidor de aplicação onde está alocado o Sistema Delegacia Virtual para o Data-Center do Palácio Araguaia, a fim de proporcionar mais segurança ao usuário desta ferramenta”, esclareceu.

Após o registro da ocorrência e a análise das informações, a pessoa que realizou acesso receberá um e-mail com informações da ocorrência registrada. Lembrando que é obrigatório o fornecimento de um e-mail. Caso não possua um endereço eletrônico próprio, a pessoa poderá indicar o e-mail de alguém de sua confiança, pois o mesmo fornecerá a comprovação através do recebimento do Boletim de Ocorrência validado pela Policia Civil.

Para o delegado geral de Polícia Civil, Roger Knevitz, o retorno do sistema da Delegacia Virtual chega em boa hora, já que desafoga os atendimentos nas delegacias de polícia e proporciona melhorias no atendimento ao público. “O registro de ocorrências online, permite um melhor atendimento, tanto no ambiente virtual, como nas delegacias, já que diminui o número de pessoas que procuram uma delegacia para serem atendidos. A Delegacia Virtual dispõe do mesmo atendimento ao cidadão, com a vantagem da comodidade, uma vez que ele não precisa sair de casa, ou mesmo do seu local de trabalho para registrar a Ocorrência”, esclarece.

A delegacia virtual foi criada em 26 de abril de 2011 e permite que a população possa registrar ocorrências através de um computador com internet de qualquer lugar e o seu funcionamento ocorre de segunda a sexta-feira, mas o sistema receberá ocorrências também em feriados e fins de semana, com registro no primeiro dia útil seguinte.