Estado

Foto: Divulgação Prefeito de Paraíso relata avanços Prefeito de Paraíso relata avanços

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) publicou um levantamento que informa que Paraíso do Tocantins tem os menores índices referentes à mortalidade infantil e analfabetismo no Estado, além de apresentar números positivos da renda per capita que vem crescendo.

A cidade paraisense teve o seguinte indicador 0,210 em referência ao relatório de Índice de Vulnerabilidade Social (IVS), seguida por Gurupi (0,229), Palmas (0,236) e Araguaína (0,249). O IVS é uma média dos desempenhos relacionados à Infraestrutura urbana, capital humano, renda e trabalho. Sendo assim, de acordo com relatório do IVS, Paraíso do Tocantins é considerada em primeiro lugar a melhor cidade para se morar no Tocantins e na região norte do Brasil.

O prefeito Moisés Avelino ao comentar os índices destacou que Paraíso é uma cidade polo e esse fato chama a atenção de muitas pessoas do Tocantins e de outros Estados, por isso classifica esta avaliação recebida como positiva. “A exemplo dos pioneiros, empresários, poder público em suas áreas de atuação, gestores que administraram a cidade, a população e cada um dos cidadãos deram sua contribuição para chegar aonde chegamos. E fico muito feliz porque estou há 30 anos também contribuindo como cidadão paraisense, empresário e político: prefeito, governador, deputado federal e agora novamente oportunizado como gestor do município para fazer com que Paraíso continue crescendo nessa linha”.  “E todos nós somos responsáveis por essa bela avaliação que estamos tendo na região norte”, avalia.

Segundo o prefeito, a gestão municipal tem trabalhado para continuar a melhorar esses índices, promovendo investimentos e ações que fomentem o desenvolvimento, geração de emprego e renda, além dos fortes incentivos também nas áreas da educação, saúde, assistência social, agricultura, esporte e juventude.

Moisés Avelino mostrou-se bem otimista com os avanços do município,  afirmou que sua administração tem se comprometido no fortalecimento da cidade, com grandes investimentos e aplicação de projetos, tais como a construção de moradias, creches, unidades de saúde, quadras poliesportivas, pontes, asfalto e apoio ao produtor rural, à melhor idade, entidades sociais e religiosas, juventude, dentre outros. “Para isto temos buscado recursos municipais, estaduais e federais, dessa forma fazemos investimentos em todas as áreas e transformamos Paraíso em um canteiro de obras; além de contribuímos com a economia da cidade e geração de empregos. Nosso objetivo principal é melhorar a qualidade de vida da população”, conclui o prefeito.

Gurupi

No levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) uma das avaliações da pesquisa foi o crescimento da renda per capita e a baixa na mortalidade infantil, emprego entre outros. Gurupi foi considerada pela pesquisa a segunda melhor cidade para viver no norte do Brasil.

“Isso é mais uma prova do quanto nossa cidade tem crescido e se tornado um município bom para se viver”, avaliou o prefeito Laurez Moreira. Foi avaliado também que (99,2%) da população de Gurupi vivem em domicílios com energia elétrica. A pesquisa revelou ainda, que entre os anos de 2000 a 2010 - período em que foi realizado o levantamento o Tocantins teve índice positivo em todas as avaliações do instituto.

Nos piores lugares figuram Campos Lindos, o último da lista com 0,623 pontos, Esperantina (0,616), Praia Norte (0,615), Ponte Alta do Bom Jesus (0,596) e São Sebastião do Tocantins (0,591). Da região Norte, a maior parte das 139 cidades tocantinenses, 60 municípios, registrou índice de vulnerabilidade social médio, outros 45 têm índice alto e 19 apresentaram IVS muito alto.