Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de identificar de maneira mais rápida a validação das Guias de Transporte de Animais – (GTAs), a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) está implantando um novo sistema que identifica no módulo off-line (sem internet) a veracidade das GTAs. A Agência levará a nova ferramenta para todas as barreiras fixas do Estado.

Segundo o coordenador da Tecnologia da Informação da Adapec, João Filho Borges Leite, o novo sistema que está sendo implantado nas barreiras possibilitará que inspetores e fiscais de defesa agropecuária identifiquem se a GTA é falsa ou verdadeira, mesmo sem estar conectado à internet. “O sistema faz a leitura na linguagem de código de barra ou apenas digitando a sequência de números da guia. Com isso é possível identificar se ela é falsa ou verdadeira,” explicou João Filho.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que esta ferramenta trará mais segurança sanitária no trânsito de animais que entram e saem do Tocantins. “Este sistema que está sendo implantado nas barreiras fixas reforça o compromisso do governo do Estado com a sanidade do nosso rebanho e com o controle de doenças,” destacou Humberto, acrescentando que este sistema combaterá a falsificação de GTAs.

Nesta primeira etapa, o sistema está sendo implantado em 13 barreiras fixas de fronteiras nas regionais de Araguatins, Araguaína e Colinas. A previsão é que a ferramenta seja implantada em todas as barreiras fixas até o final de setembro.

GTA

A GTA é um documento oficial para transporte intra e interestadual de animal, que contém as informações sobre o destino e condições sanitárias, bem como a finalidade do transporte animal (abate, recria, engorda, reprodução, exposição, leilão, esporte e outros).

É um instrumento de fundamental importância para o Sistema de Defesa Sanitária Animal, tanto no aspecto de rastreamento de problemas sanitários como na análise de dados, permitindo o estabelecimento de fluxos de trânsito, comercialização de animais e outras questões de importância sanitária.

GTAs falsas

Em agosto deste ano a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) constatou que pelo menos 549 cabeças de gado ingressaram em uma propriedade no município de Arapoema, noroeste do Estado, com as Guias de Transporte Animal (GTAs) do Pará, falsificadas em virtude da fiscalização interestadual feita pela Adapec nas divisas de fronteiras. Para a confirmação da fraude foi realizado o cruzamento de informações através dos sistemas já implantados da Adapec e Agência de Defesa Agropecuária do Pará.