Palmas

Foto: Divulgação

O procurador-Geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira, recebeu na manhã desta sexta-feira, 11, o secretário municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte da Prefeitura de Palmas, Cristian Zini. Na pauta do encontro, propostas para zerar o número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito na Capital.

O município busca parcerias para reduzir significativamente as mortes ocasionadas por excesso de velocidade e embriaguez no trânsito. Conforme relatos do secretário Cristian Zini, apesar da efetividade da Lei Seca, não está sendo possível evitar o alto índice de infrações cometidas pelos motoristas. "Somente em 2 horas de fiscalização na ponte Fernando Henrique Cardoso, registramos 2 mil veículos com excesso de velocidade", destacou o secretário.

A proposta é a assinatura de um termo de cooperação em que diversas instituições deverão auxiliar na realização de blitzes da Lei Seca, cada uma exercendo seu papel. Outro ponto discutido durante a reunião, foi a punição dos infratores que atualmente é convertida, em sua maioria, em cestas básicas. Com a parceria será possível fazer com que as punições sejam revertidas em benefícios para o trânsito, como a sinalização de ruas e avenidas, além de projetos de educação, beneficiando diretamente a população.

O PGJ Clenan Renaut sinalizou positivamente para a parceria, ressaltando que diversas instituições deverão estar envolvidas nesse processo. "Só com o trabalho e o engajamento de todos teremos resultados satisfatórios em relação ao trânsito caótico que temos em Palmas, e à punição dos irresponsáveis que transformam carros em armas", destacou.

Além do secretário Cristian Zini, participaram da reunião os superintendentes de Transporte, Marcelo Alves, e de Trânsito, Alexandre Guerreiro.