Estado

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) reagiram à proposta do senador do PSDB, Ataídes Oliveira, de retenção de 30% dos recursos do Sistema S para cobrir o rombo orçamentário de R$ 31 bilhões previsto para o próximo ano no orçamento do Governo Federal. “A proposta de desviar parte da verba que a indústria destina a seu próprio aprimoramento e à garantia de perspectiva de futuro de tantos jovens brasileiros é, portanto, um desserviço à recuperação da economia e da confiança do Brasil”, afirma a nota das entidades.

Segundo o Senai, nos últimos cinco anos, apenas no Tocantins, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial qualificou gratuitamente mais de 30 mil pessoas em cursos que abordam os mais diversos segmentos, em especial, voltados para jovens que necessitam aprender uma profissão e trabalhadores da indústria que precisam de aprimoramento.

Conforme os dados repassados pelo Sistema ao Conexão Tocantins nos próximos meses, serão inauguradas três novas escolas do Senai,  sendo uma em Paraíso e duas outras em Palmas, uma em Taquaralto, além de um grande Centro de Inovação e Tecnologia (CETEC) na região central. Ao todo, serão ofertadas mais de duas mil novas vagas com o objetivo de atender o clamor da indústria acerca da necessidade premente de mão-de-obra melhor qualificada em nosso Estado.

Veja a íntegra da nota:

Nota ao Conexão Tocantins 

Nos últimos cinco anos, apenas no Tocantins, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) qualificou gratuitamente mais de 30 mil pessoas em cursos que abordam os mais diversos segmentos, em especial, voltados para jovens que necessitam aprender uma profissão e trabalhadores da indústria que precisam de aprimoramento.

Já o Serviço Social da Indústria (SESI), também desde 2010, atendeu gratuitamente quase 50 mil crianças e adolescentes carentes da comunidade com atividades como o Programa Atleta do Futuro, que engloba treinamento em diversas modalidades esportivas e inúmeros outros serviços ligados à alimentação e à qualidade de vida dos industriários.

Nos próximos meses, serão inauguradas três novas escolas do Senai, sendo uma em Paraíso e duas outras em Palmas, uma em Taquaralto, além de um grande Centro de Inovação e Tecnologia (CETEC) na região central. Ao todo, serão ofertadas mais de duas mil novas vagas com o objetivo de atender o clamor da indústria acerca da necessidade premente de mão-de-obra melhor qualificada em nosso Estado.

Tudo isso, apenas no âmbito da Indústria aqui no Tocantins. Imaginemos, portanto, o que o Sistema S faz em todo País.

A suposta proposta da equipe econômica do Governo Federal de apropriação de pelo menos 30% do valor da verba que a própria Indústria destina a seu aprimoramento e à garantia de perspectiva de futuro de tantos jovens brasileiros é, portanto, um desserviço à recuperação da economia e da confiança do Brasil.

Fieto

Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Matéria atualizada às 08h26min de 15/09/2015)

Por: Redação

Tags: Ataídes Oliveira, Fieto, Senar, sesi