Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de padronizar as ações dos programas de defesa sanitária e discutir um checklist das atividades executadas nas áreas animal e vegetal, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) está realizando desde quinta-feira, 17, reuniões técnicas, na sede da Agência, em Palmas. O encontro é direcionado aos supervisores das 11 delegacias regionais, com enfoque na atuação das barreiras fixas e volantes, legislações, padronização e atualização de relatórios internos.

Na área animal, entre os principais assuntos abordados estão: a atualização do plano de ação nos escritórios em relação ao Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa (PEEFA), a minuta da Portaria do Programa Estadual de Brucelose, fiscalização do trânsito de animais e de produtos veterinários. Além disso, a atuação nos eventos pecuários, Instrução Normativa nº 4 que trata do Programa Nacional de Sanidade de animais aquáticos, entre outros.

Já na área vegetal, os supervisores estão debatendo a uniformização das atividades de fiscalizações em estabelecimentos e de trânsito vegetal, cadastramento de empresas e produtos, avaliação e controle fitossanitário, além do acompanhamento de resultados de rotina das ações executadas.

Para o presidente da Adapec, Humberto Camelo, o aperfeiçoamento das ações irá corrigir falhas e melhorar o trabalho desenvolvido no Estado, coibindo fraudes e o comércio clandestino. “Nesse momento buscamos as melhores diretrizes para trabalharmos, dentro da nossa possibilidade, visando sempre um atendimento de qualidade à sociedade e o crescimento da agropecuária tocantinense”, ressalta.

De acordo com a vice-presidente da Adapec, Márcia Helena da Fonseca, o alinhamento técnico por meio de orientações, debates e propostas resultarão no cumprimento de normas para atender as auditorias e consequentemente o setor agropecuário. “Os supervisores são responsáveis por articular com outros técnicos o trabalho, de forma que refletirá diretamente na melhoria dos nossos serviços prestados”, destaca.