Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de manter o controle populacional dos morcegos hematófagos, maior transmissor da raiva no meio rural, o Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) realizará ações de monitoramento de abrigos cadastrados e captura dos morcegos desta espécie, entre os dias 22 a 29 de setembro, nos municípios de Porto Nacional, Brejinho de Nazaré, Ponte Alta do Tocantins e Lagoa do Tocantins.

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros (PECRH), José Emerson Cavalcante, disse que estas ações atendem demandas de rotina em abrigos cadastrados pela Adapec e a solicitações de produtores rurais. “Faremos capturas dos morcegos hematófagos, cadastramento e monitoramento de abrigos, além de orientações aos produtores rurais por meio de palestras sobre a raiva”, ressaltou.

Por ser transmissível ao homem, a maneira mais segura de controlar a raiva é a vacinação dos animais. “A forma mais eficaz de prevenção contra a raiva é a vacinação, por isso, orientamos os produtores a vacinarem anualmente o seu rebanho contra a zoonose”, explica o presidente da Adapec, Humberto Camelo, acrescentando que os animais vacinados pela primeira vez precisam fazer o reforço após 30 dias.

Caso o produtor encontre animais com a sintomatologia de raiva (andar cambaleante, salivação, decúbito lateral) evitar a manipulação e procurar o escritório da Adapec mais próximo. A Agência também disponibiliza o Disque Defesa pelo número 0800 63 1122.

Dados

Em 2014 foram registrados 19 focos de raiva dos herbívoros, que resultaram na morte de 48 animais. No mesmo ano, foram vacinados 2,5 milhões de herbívoros contra a doença.