Polí­tica

Foto: Divulgação

A urgência da solicitação autoria da deputada Luana Ribeiro (PR) que pede que o Estado apresente um cronograma de convocação o mais rápido possível para o concurso da Polícia Civil foi aprovada pelos deputados estaduais na sessão desta quarta-feira, 23. A proposta foi apresentada hoje e será votada definitivamente na próxima sessão ordinária.

O requerimento pede que as secretarias de Administraçao, Planejamento, Segurança Pública e ainda a Casa civil apresentem um cronograma com urgência para o certame. Nesta terça-feira, 22, completou um ano da realização do Teste de Aptidão Física (TAF).

Os aprovados fizeram um ato na Assembleia Legislativa onde lotaram as galerias e com faixas pediram a convocação já.  O governo através de nota já reiterou o interesse no certame porém esbarra na questão financeira devido á situação delicada das finanças públicas. Assim que houver o equilíbrio econômico-financeiro do Estado será realizado o curso de formação e em seguida a nomeação e posse dos aprovados.

O concurso

O certame está em andamento desde fevereiro do ano passado quando o edital foi publicado. Os que realizaram o certame e conseguiram avançar todas as etapas até então se dizem apreensivos e aguardam o curso de formação. 

Ao todo, foram disponibilizadas 515 vagas para provimento imediato e cadastro de reservas da Policia Civil. Das 397 vagas previstas para provimento imediato, 97 são para delegado, 38 para agente, 162 para escrivão, 20 para auxiliar de autópsia, 10 para papiloscopista, 10 para médico legista e 60 para perito criminal.

No Estado existem 129 delegados de Polícia Civil em atuação sendo que desses, 30 estão lotados em delegacias circunscricionais e especializadas estaduais e plantões da Capital, além dos que desempenham atividades de direção administrativa na SSP. 

Por: Redação

Tags: Concurso, Luana Ribeiro, Polícia Civil