Polí­tica

Foto: Divulgação

Presente na audiência que reuniu os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet) e o governador do Estado, Marcelo Miranda (PMDB), nessa terça-feira, 22, a deputada federal Josi Nunes (PMDB/TO), intercedeu junto ao gestor, a viabilidade de rever a carreia do professor.

Para Josi, a desigualdade entre a carreira do professor e as demais categorias é muito grande. “ Há muita desigualdade. Nós temos que rever a carreia e valorizar nosso professores”, defendeu a parlamentar.

A luta pela valorização da carreira do magistério também foi defendida pelo  Presidente do SINTET Regional de Miracema, Iata Anderson Pio de Freitas, que citou a indignação dos profissionais da educação. “É latente a indignação dos profissionais da educação, visto que um profissional com doutorado em fim de carreira tenha subsídios de pouco mais de seis mil reais. São fatores que reivindicamos que necessitam de revisão urgente”, disse.

Na ocasião, o presidente do SINTET, José Roque Santiago apresentou as demandas da educação e  cobrou mais investimentos para a Educação visando à manutenção do Plano Nacional de Educação (PNE) e do Plano Estadual de Educação (PEE), a fim de garantir a implantação e efetivação de suas metas.

Ao ouvir as reivindicações da categoria, o governador Marcelo Miranda ressaltou que embora  o momento financeiro esteja difícil,  o seu compromisso maior será garantir a folha de pagamento dos servidores. “Nosso governo compreende a causa, diante dos pontos expostos entendemos que é preciso sim rever a carreira da Educação, no entanto o momento é preciso cumprir o indispensável, cumprir com o pagamento da folha”, ponderou o governador.

Ao finalizar, o governador colocou  todo o secretariado à disposição para dialogar com a categoria a respeito das demandas apresentadas em busca de avanços no que tange a carreira dos profissionais da educação.  (Com informações do Sintet)