Polí­cia

Foto: Márcio Vieira Santili informou que uma viatura emprestada atende a 4 delegacias Santili informou que uma viatura emprestada atende a 4 delegacias

O delegado na regional de Porto Nacional, Rodrigo Santili do Valle, informou em entrevista ao Conexão Tocantins nessa quarta-feira, 23, que o município é deficiente em viaturas para atendimento as ocorrências policiais. Segundo o delegado, Porto Nacional dispõe de apenas uma viatura para atender a Central de Flagrantes, outra para atender a Delegacia da Mulher e uma emprestada de outro município. “Uma pedimos emprestada de Ponte Alta para resolver as ocorrências mais urgentes”, afirmou.

Segundo o delegado, as viaturas são antigas e não estão em boas condições de uso. Santili informou que a viatura emprestada atende quatro delegacias. “É a mesma coisa que não atender. Só faz o que é muito urgente. Às vezes pedimos a viatura às 10 horas da manhã e ela vai chegar no outro dia às 5 horas da tarde”, explicou.

Rodrigo Santili informou ainda que, em conversa com o secretário estadual de Segurança Pública, César Simoni, o mesmo informou não ter verba para pagar a locação de veículos. “Hoje o Estado todo está sem viaturas. Tem só aquelas antigas que acabaram ficando”, disse.

Sinpol

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO) informou ao Conexão Tocantins ter conhecimento do sucateamento das viaturas em diversas regionais e confirmou ter apenas uma viatura em Porto Nacional para atender três delegacias de polícia. O Sindicato informou ter recebido reclamações de Araguaína, Tocantinópolis e Araguatins. "Em toda a regional de Araguaína, por exemplo, são cinco", informou o Sinpol. 

De acordo com o sindicato, a Polícia Civil é investigativa e o veículo é imprescindível para a qualidade e conclusão dos trabalhos. O sindicato ainda informou ter oficializado o Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, cobrando novas viaturas para todas as cidades e está vigilante aguardando um posicionamento do governo. 

SSP

A Secretaria Estadual da Segurança Pública do Tocantins (SSP), por sua vez, informou ao Conexão Tocantins, que existem seis viaturas para atenderem a Polícia Civil na Regional de Porto Nacional. Informou ainda que nenhum trabalho da polícia ficará prejudicado por falta de viaturas, tendo em vista que os veículos existentes são remanejados às unidades, em caráter temporário, conforme a necessidade dos serviços.

De acordo com a SSP, em Porto Nacional são lotados 35 policiais civis, entre agentes, escrivães, delegados, motoristas policiais e agentes penitenciários.

Sobre a aquisição de novas viaturas, a SSP informou que, para o exercício fiscal 2015, conforme se vê na Lei nº 2942/2015, Lei Orçamentária Anual (LOA), Diário Oficial n° 4346, assim como no Quadro Demonstrativo das Despesas (QDD) Portaria SEPLAN nº 51, Diário Oficial nº 4348, não há recursos orçamentários disponíveis para compra ou locação de viaturas. "Para o Ano Fiscal 2016, a SSP está trabalhando em conjunto com a Secretaria de Planejamento, Secretaria da Fazenda e Secretaria da Administração, objetivando ampliar a capacidade orçamentária e financeira da SSP no quesito de ampliação e manutenção de frota de veículos.