Polí­tica

Foto: Divulgação

O PMDB renovou 80 diretórios municipais esta semana. A força tarefa foi conduzida pelo presidente da legenda, ex-vice-prefeito de Palmas, Derval de Paiva que através de resolução convocou as eleições dos diretórios. Na próxima segunda-feira, 28, a executiva da legenda, formada por 13 membros, vai se reunir no Hotel Rio Sono para homologar os novos comandos de legenda.

O PMDB segue  com um impasse inteiro justamente em razão da divisão dos diretórios entre o grupo da ministra da Agricultura, senadora Katia Abreu e o dos peemedebistas históricos.

Derval de Paiva assumiu o comando do PMDB como fruto de acordo mediado pela Executiva Nacional para pacificar o partido na divisão interna entre o grupo liderado pela ministra Kátia Abreu e o grupo ligado ao governador Marcelo Miranda. Apesar do acordo, no dia 3 de julho, Derval assinou resolução que suspendeu as convenções realizadas por 51 comissões provisórias, nomeadas pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

Segundo o argumento de Derval de Paiva, as convenções "não foram homologadas pelo diretório estadual, bem como as que foram realizadas a partir desta data". A resolução determinou a  convocação de uma comissão para análise de cada comissão provisória, individualmente.

Além de ser o partido do governador Marcelo Miranda, o PMDB tem três deputados estaduais: Elenil da Penha, Rocha Miranda e Nilton Franco e ainda três federais: Carlos Gaguim, Dulce Miranda e Josi Nunes além da senadora Katia.

A legenda trabalha para recuperar alguns prefeitos e até a próxima semana deve receber a filiação de vários, dentre eles, o de Rio Sono que retorna aos quadros da sigla.

Por: Redação

Tags: Derval de Paiva, Kátia Abreu, PMDB