Saúde

Foto: Divulgação HGP conta com a atuação de cirurgiões-dentistas no tratamento de problemas bucais no período de internação do paciente HGP conta com a atuação de cirurgiões-dentistas no tratamento de problemas bucais no período de internação do paciente

O Hospital Geral de Palmas (HGP) tem comprometimento com a segurança, tratamento e bem estar do paciente e dentre as inúmeras especialidades oferecidas na unidade estão as que são desempenhadas pelos cirurgiões-dentistas no que diz respeito ao diagnóstico e tratamento de doenças odontológicas, na redução da Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) e no cuidado da infecção do paciente de média e alta complexidade.

A atuação do cirurgião-dentista junto à equipe multidisciplinar do HGP é importante e o atendimento odontológico abrange setores de internação e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). De janeiro a 28 de setembro deste ano, a odontologia clínica e intensiva realizou 4.519 consultas odontológicas no HGP, com 343 pareceres respondidos, 9.400 procedimentos clínicos em leito, 46 cirurgiões-dentistas capacitados para o ambiente hospitalar e 2.189 orientações sobre cuidados bucais.

De acordo com a médica Cléria Rezende, responsável pela equipe da Odontologia Clínica e Intensiva do hospital, o cirurgião-dentista foi incorporado ao processo terapêutico do paciente hospitalizado, que necessita de cuidados bucais devido a grande quantidade de microrganismos que interferem na condição do paciente, como também nos reflexos das diversas enfermidades com manifestações que ocorrem na boca.

“Aqui, nós desenvolvemos atividades diversificadas como orientação da equipe de enfermagem quanto à correta higienização da boca, remoção de focos infecciosos, biópsias, interpretação de exames complementares, como os hematológicos, bioquímicos e de imagem. Ofertamos ainda tratamento paliativo, preventivo e curativo ao paciente para a preservação da vida e exercício da cidadania”, destaca.

A fisioterapeuta da UTI Adulto do HGP, Karolyna Nunes, destaca que o trabalho desenvolvido pela odontologia tem contribuído principalmente para o bem-estar dos pacientes que estão em estado crítico na unidade. “No caso das infecções hospitalares respiratórias, a atuação destes profissionais é necessária para a recuperação do paciente, bem como as demais medidas terapêuticas adotadas pela equipe multiprofissional”, completa.

O paciente Adelar Roque Dias Denis, que está internado no hospital, conta que o atendimento que vem recebendo da equipe da odontologia tem sido muito importante. “É muito bom esse serviço que tem sido prestado para nossa saúde”, disse.