Polí­tica

Foto: Divulgação

Por emendas do deputado Olyntho Neto (PSDB), apoiadas pela maioria na Assembléia Legislativa do Tocantins, o governo não poderá aumentar a energia elétrica, o óleo diesel e não cobrará pelo requerimento de reconhecimento de isenção do ICMS, que pelo pacote do governo, seria de R$ 100,00. Outra conquista do legislativo, é sobre a proposta do ITCD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de quaisquer bens ou direitos). Pelo pacote, esse tributo teria uma nova forma de arrecadação passando de 4% para 6% o recolhimento para transmissões de bens com valor de R$ 500 mil a R$ 1 milhão, mas os parlamentares subiram o teto para o dobro, ou seja, R$ 2 milhões. 

Com entendimento entre os parlamentares, Olyntho apresentou emendas modificando parte do pacote do governo para que o custo da crise não fique sobre as costas do povo tocantinense. “Trabalhamos juntos e acredito que avançamos evitando  alguns aumentos”, disse Olyntho explicando que, apesar do tempo corrido para aprovação das medidas, os deputados garantiram conquistas para o cidadão.

“Infelizmente não conseguimos barrar todos, mas fizemos o possível e chegamos a um entendimento para diminuir o impacto e o peso do pacote sobre o bolso do consumidor. E vamos continuar fiscalizando” assegurou o Deputado. Também foram barrados o aumento nas taxas do Naturatins e a criação da nova taxa de incêndio.

Por: Redação

Tags: Assembleia Legislativa, Olyntho Neto, psdb