Polí­tica

Foto: Divulgação

As eleições municipais da cidade de Porto Nacional movimentaram os discursos na Assembleia Legislativa. Para a disputa da prefeitura estão cotados os nomes dos deputados Ricardo Ayres (PSB) e Valdemar Junior (PSD) porém este último descartou a possibilidade de disputar.  “Eu nem se quisesse hoje teria condições porque meu domicílio eleitoral continua aqui em Palmas portanto não posso nem se quisesse ser candidato a prefeito de Palmas”, garantiu.

Valdemar garantiu porém que apoiará o candidato do grupo.“Ajudarei no momento oportuno o palanque do grupo político ao qual participo”, disse.

Por sua vez, Ricardo Ayres (PSB)  na tribuna criticou o prefeito e a alienação de áreas públicas, suspensa por decisão judicial.  Ele chegou a citar nomes de supostos beneficiários que ganharam áreas públicas da cidade, alguns deles servidores e parentes de funcionários da prefeitura. Outro nome citado pelo deputado é de um irmão do Otoniel  que também teria sido beneficiado.

Toinho Andrade (PSD) respondeu e disse que não vai defender coisas erradas por parte da prefeitura caso sejam identificadas, porém apontou que algumas acusações são eleitoreiras.  “Acredito que a justiça é o melhor caminho para saber se realmente é verdade o que ele (Valdemar) acabou de dizer. Jamais irei usar a tribuna para defender a administração se constatar alguma coisa errada. Ação politiqueira é o que mais vai acontecer aqui esse ano, essas ações vêm por parte daqueles que querem ser candidatos e não tem o apoio do povo e querem atrapalhar a administração do prefeito”, disse. Ele completou ainda que jamais irá contribuir para ação politiqueira.

O clima começa a ficar acirrado dentre os que pretendem disputar com o atual gestor, Otoniel Andrade, candidato á reeleição. Até o vereador de Palmas, Joaquim Maia (PV) já confirmou em primeira-mão ao Conexão Tocantins que pretende ser candidato.