Polí­tica

Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira, 7 de outubro, aguardava-se a votação da pauta da sessão conjunta do Congresso Nacional, que tratava da apreciação de vetos presidenciais e de três projetos de lei da casa, porém, devido a falta de quorum não se logrou êxito na votação das matérias, que trancam a pauta atualmente de outras deliberações da casa.

Gaguim explicou que "hoje era um dia importante para o Brasil votar os vetos da presidente Dilma. Toda vez que atrasamos esta votação cria-se uma insegurança sobre o orçamento deste ano. Precisamos acabar logo com isso, para o Brasil reagir o mais rápido possível a esta crise", afirmou. 

A sessão de votação da chamada “pauta bomba” foi frustrada e a apreciação dos vetos presidenciais foi adiada novamente. A ausência de membros da base governista contribuiu para a falta de quorum. A representação da bancada do Estado de Tocantins contou apenas com a presença dos deputados federais, Carlos Gaguim e Irajá Abreu. "Fiquei chateado hoje, pois perdemos mais uma oportunidade de avançarmos, votando as matérias relevantes, neste momento, para o Brasil", disse Gaguim.