Polí­cia

O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou 19 pessoas pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico em Pedro Afonso. O promotor de Justiça, Rafael Pinto Alamy, relata que os acusados, desde 2014, vinham atuando no município e regiões próximas.

A denúncia tem como fundamento o inquérito policial que investigou o tráfico de drogas em Pedro Afonso, através da operação “Renascimento 2”. Foram realizadas interceptações telefônicas que confirmaram todo o esquema de receptação, armazenamento e distribuição de maconha e crack.

O chefe do grupo, conhecido como Gilberto, comandava as operações de venda que eram realizadas, principalmente, na cidade de Bom Jesus do Tocantins, no Setor Aeroporto.

Os 19 investigados da organização criminosa estão presos preventivamente e, se condenados, podem pegar até 10 anos de reclusão, com o cumprimento de pena inicialmente em regime fechado.