Saúde

Foto: Divulgação

A distribuição a preços populares da substância fosfoetanolamina, descoberta pela USP São Carlos e que teria propriedades capazes de curar o câncer, ganhou o apoio de uma rede de cientistas adeptos da Saúde Quântica, que emprega um novo modelo de tratamento, voltado para o acompanhamento integral do paciente.

Um dos maiores expoentes da área, o professor e terapeuta Wallace Lima ressalta que a substância é revolucionária. “A descoberta USP é bioidêntica e reproduz o mecanismo natural de defesa do próprio corpo. É um medicamento que contraria os interesses da indústria farmacêutica, porque é barato e já se mostrou eficaz. É uma vitória da ciência e da sociedade a decisão da Justiça de permitir que vidas continuem sendo salvas”, aponta ele.

O professor comemorou a divulgação da Universidade de São Paulo de que irá entregar os medicamentos, via correio, a todos os 742 doentes que conseguiram decisão liminar da Justiça. “Um dos princípios da Saúde Quântica é o de desencarecer o tratamento, possibilitando a todos uma vida saudável e equilibrada. Por isso, a distribuição dessa pílula conta com todo o nosso apoio”, disse, destacando que o apoio será reiterado durante o 4º Simpósio Internacional de Saúde Quântica e Qualidade de Vida, que será realizado entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, em Brasília.

Com relação ao posicionamento da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, que pretende apelar ao Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a distribuição, Wallace disse lamentar. Ele lembrou que até meados do ano passado a legislação permitia que em alguns casos as pessoas usassem medicamentos que estavam em fase de desenvolvimento. Desde o ano passado, porém, qualquer droga experimental precisa da aprovação da Anvisa para ser testada. “O ritmo de aprovação segue os interesses da indústria farmacêutica. Enquanto a fase burocrática não é vencida, as pessoas perderam o direito de continuar um tratamento que já faziam”, explica.

A Saúde Quântica preza pela harmonia e equilíbrio do organismo. “Buscamos métodos que ajam de maneira integral e métodos naturais, atendendo aos aspectos físicos, mentais, emocionais e até espirituais dos pacientes”, observa o terapeuta.

Programação

IV Simpósio Internacional de Saúde Quântica e Qualidade de Vida vai debater saúde, física quântica, neurociência, epigenética, terapias integrativas e espiritualidade. O encontro reunirá médicos, terapeutas e cientistas do Brasil e do mundo de 31 de outubro a 1º de novembro. Entre os convidados, está o indiano PhD em física quântica e um dos pesquisadores do filme “Quem somos nós?”, Amit Goswami, o Dr. Cícero Coimbra, médico que utiliza a Vitamina D no uso de doenças autoimunes e a Dra. Eleanor Luzes , psiquiatra criadora "Ciência do Início da Vida", que mostra a importância de uma série de cuidados durante a gestação. A teoria implica em respostas importantes como a queda da mortalidade infantil. No Simpósio, serão debatidos o modelo de saúde integral e os avanços de novas tecnologias e terapias focadas na prevenção de doenças e na promoção da saúde. Informações em portalsaudequantum.com.br.

Por: Redação

Tags: Fosfoetanolamina, Wallace Lima