Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual e presidente estadual do PPS, Eduardo do Dertins recuou do pedido de afastamento de 120 dias para tratamento de saúde. Ele comunicou o fato na Assembleia Legislativa do Tocantins na sessão desta terça-feira, 20, e pediu que o presidente da Casa, Osíres Damaso (Democratas) retirasse a convocação da primeira-suplente, Solange Duailibe.

O afastamento de Dertins seria para fazer uma cirurgia na perna. “Pedi o afastamento para  realizar uma cirurgia na perna com objetivo de corrigir sequela em razão de uma acidente de carro há três anos”, explicou.

A saída de Dertins iria possibilitar que Solange assumisse uma cadeira e engrossasse a bancada contra o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB). “Em virtude da incompatibilidade política que gerou resolvi adiar a cirurgia e solicito a retirada e não vou fazer a cirurgia no momento”, disse ao recuar do pedido. O segundo suplente era o ex-deputado Stalin Bucar (PR).

A gestão municipal da capital tem sido alvo constante dos debates na Casa de Leis e muitos deputados que representam Palmas tem usado a tribuna para questionar o prefeito e denunciar desvios e corrupção da gestão.