Polí­cia

Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira, 21, policiais militares e agentes da Polícia Civil desencadearam uma operação em conjunto a fim de recapturar dois fugitivos da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Paraíso do Tocantins.

Como resultado da ação, foi efetuada em Divinópolis a prisão de Isaias Barbosa de 19 anos, condenado por homicídio e Walison de Sousa Veras de 20 anos, condenado por receptação. Com Walison foi apreendido uma porção de entorpecente análogo à maconha e um celular da marca LG.

Segundo o agente da Polícia Civil “já havia uma investigação de dois meses e sabia-se que eles estavam na região. Com apoio da Polícia Militar foi concretizada a prisão e os condenados foram encaminhados à CCP em Paraíso”.

Isaias foi condenado por matar a tiros, no dia 15 de novembro de 2014, o funcionário da Agetrans, Allan da Silva Lopes, de 21 anos, por causa de uma rixa antiga que tinha com a vítima. Na época, Isaias foi indiciado por homicídio duplamente qualificado. Porém Isaias fugiu da Casa de Prisão Provisória (CPP) no dia 29 de dezembro de 2014, sendo que outros 13 reeducandos também tiveram sucesso na fuga.

Com essas duas prisões já são seis o número de recapturados da CPP. O trabalho conjunto da Polícia Militar e Polícia Civil tem alcançado resultados importantes para a comunidade.