Saúde

Foto: Divulgação

É possível prevenir e vencer o câncer, essa é a mensagem que a Marcha das Vencedoras pretende deixar para a população de Palmas. O evento consiste na realização de uma caminhada, organizada pelo Cartão IOP, em parceria com a Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer e com a Associação Voluntária de Combate ao Câncer de Barretos. 

Qualquer pessoa pode se juntar a marcha, que se inicia nesta terça-feira, 27, a partir das 16h, na Praça dos Girassóis, com concentração de saída ao lado na NS 2.

O evento tem o objetivo de conscientizar mulheres palmenses, além de seus familiares, quanto a prevenir vários tipos de câncer feminino e, principalmente, para o diagnóstico precoce.

A Marcha das Vencedoras traz no seu pelotão de frente mulheres que superaram o câncer, deixando a mensagem de que persistir no tratamento é a melhor alternativa, além de enfatizar que a melhor postura é encarar o problema de frente.

Ana Paula Bichuette, coordenadora do grupo de voluntários do Hospital de Câncer de Barretos em Palmas, é uma dessas vencedoras. “Eu descobri o câncer no início e isso me possibilitou 100% de cura”, destaca Ana Paula.  Para as mulheres que estão enfrentando o câncer, Ana Paula avisa: “Devemos conhecer o problema e ver que não é um bicho de sete cabeças”, finaliza.

Para a funcionária pública Risalva Rodrigues Alvarenga, voluntária da Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer, a iniciativa é importante também para encorajar o tratamento de quem enfrenta a doença. “Tive câncer e fui curada, meu tratamento foi muito bom. Muita gente tem direitos e não conhece. Como voluntárias da Liga estamos dispostas a ajudar também nesse processo, acentua Risalva.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), os índices de cura do câncer de mama, o tipo mais comum que acomete as brasileiras, são elevados para 95% de chances de cura quando é feito o diagnóstico precoce.