Educação

Foto: Elias Oliveira

As provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2015 serão aplicadas no Tocantins no período de 9 a 20 de novembro. Participarão do exame, cerca de 48 mil alunos de escolas das redes públicas e particulares. A aferição do Saeb, sob a responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), tem como objetivo avaliar a educação básica do País contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino, oferecendo subsídios para a formulação e o monitoramento das políticas públicas para a Educação, além de fornecer indicadores que possibilitem a compreensão dos fatores que influenciam no desempenho dos alunos.

O Saeb é composto por três avaliações externas em larga escala: Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Aresc), Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e Avaliação Nacional da Alfabetização (Ana). Em 2015 serão realizadas a Aneb ou Prova Brasil e a Aresc, popularmente conhecida como Saeb. A Prova Brasil será realizada nas escolas públicas de zonas rurais e urbanas que tenham um mínimo de 20 estudantes nos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental. Já a Aneb é aplicada em turmas de 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e de 3ª série do Ensino Médio, em uma amostra de escolas das redes pública e particular.

Cada uma das avaliações do Saeb envolve dois tipos de instrumentos. Os testes de desempenho, a serem aplicados aos alunos e os questionários contextuais, direcionados aos estudantes, professores e diretores.  Há inda o questionário específico da escola. Os testes de desempenho abrangem as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, contendo cada prova dois blocos de cada área do conhecimento. 

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Adão Francisco de Oliveira, é imprescindível a participação das unidades de ensino nas avaliações. “É a partir dos resultados do Saeb e dos indicadores apontados pelo Censo Escolar que é possível acompanhar a evolução do desempenho dos estudantes ano a ano e definir ações, destinar recursos, que vão contribuir para consolidar uma Educação Integral e Humanizada”, frisa. 

Adão Francisco ressalta ainda a importância do Sistema de Avaliação da Aprendizagem Permanente do Estado do Tocantins (SisAPTO). “No Tocantins temos ainda o SisAPTO, que nos permite reconhecer as potencialidades e deficiências dos nossos estudantes; e para auxiliar professores e alunos na preparação para as avaliações internas e externas a Seduc distribuiu os Guias de Aprendizagem para as escolas estaduais das 13 Diretorias Regionais de Ensino”, enfatiza. 

Neste ano, o Inep contratou a Fundação Cesgranrio, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe)/Cespe e o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação/Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF) para realizar a aplicação, o processamento e a análise de resultados das avaliações que compõem o Saeb.