Economia

Foto: Helcio Nagamine

O superintendente do Sebrae Tocantins, Omar Antonio Hennemann, participa na tarde desta quinta-feira, dia 05, do seminário “Uma agenda positiva para o Brasil: aprendendo com práticas internacionais”, organizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e que reúne as principais autoridades econômicas e especialistas de mercado financeiro de reconhecimento mundial.

Entre os palestrantes está o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o ex-ministro da Fazenda e membro do Conselho Superior de Economia da Fiesp, Luiz Carlos Bresser-Pereira, o presidente Nacional do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Valdir Moysés Simão, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Aroldo Cedraz, ex-presidentes do Supremo Tribunal Federal, ministros Ellen Gracie e Sydney Sanches, além de autoridades internacionais como o consul Geral do México em São Paulo, José Gerardo Traslosheros Hernandéz, a diretora do Centro de Gestão de Performance do Gabinete do Secretário Adjunto de Administração e Gestão do Ministério do Trabalho dos Estados Unidos, Holly Donnelly, e o presidente da Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública de Portugal, Jaime Quesado.

Na base das discussões estão ações de fortalecimento para o país por meio da indústria, a boa governança e investimentos - uma aliança necessária para o Brasil, ajustes fiscais, inovação e a redução da burocracia como um novo modelo de governo.

“Neste momento, vejo que os principais setores econômicos do país estão comprometidos em encontrar um caminho conjunto para superar a crise. Isso nos dá uma grande esperança de que o Brasil pode aproveitar esse momento difícil para inovar e crescer com sustentabilidade. O Sebrae está atento a essa mudança para oferecer aos nossos clientes um ambiente favorável para o crescimento dos pequenos negócios”, pontuou Omar Hennemann.

O seminário

A proposta dos painéis do seminário é ouvir de especialistas brasileiros e estrangeiros em política industrial, em governança pública e corporativa, em orçamento e em desburocratização o que o Brasil precisa fazer para retomar o crescimento da economia e da competitividade brasileira. Outros desafios para o setor industrial e de serviços são acelerar o aumento da produtividade e assegurar melhor integração às cadeias globais de valor.

A governança na esfera pública e privada, essencial para impulsionar a poupança e o investimento no Brasil, também é tema do seminário. Em relação à eficiência orçamentária, o debate se concentra nas experiências governamentais de vinculação da disciplina fiscal ao desempenho das instituições e aos resultados.

O seminário também discute medidas para o Brasil transformar suas instituições públicas, de forma a garantir melhores resultados sociais, reduzir desigualdades e criar condições para um crescimento sustentável e inclusivo.

Por: Redação

Tags: Omar Antônio Hennemann, Sebrae