Estado

Foto: Dennis Tavares

Uma reunião com representantes de vários órgãos do Estado articulou, na manhã desta quarta-feira, 11, no auditório da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), ações que serão realizadas durante a campanha “Quem ama abraça”, no Tocantins. A campanha, que têm início no próximo dia 25 e vai até 10 de dezembro, conta, principalmente, com ações de conscientização no enfrentamento à violência contra a mulher, voltada para crianças e adolescentes das escolas públicas.

A organização está a cargo de integrantes do governo e de organizações não governamentais que trabalham no atendimento às mulheres vítimas de violência, como é o caso da delegada Haydee Guimarães, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Palmas (DEAM). Ela conta que a escola é um campo privilegiado para esse tipo de reflexão. “Iremos mobilizar a sociedade para abraçar a campanha, levando à população esclarecimentos sobre como funciona o atendimento à mulher, quais seus direitos, garantias, no intuito de conscientizar para acabar com qualquer tipo de violência”, afirma.

A defensora pública e coordenadora do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem), Vanda Sueli Machado, falou sobre a importância da atuação de diversos setores da sociedade na conscientização dos menores. “Queremos abolir de vez a violência como um todo, principalmente a doméstica, que, além de ter mulheres como vítimas, afeta também as crianças, que podem sofrer uma série de problemas futuros, inclusive psicológicos”, completa a defensora.

A campanha é uma ação conjunta do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Segurança Pública, Secretaria de Defesa e Proteção Social, Secretaria da Comunicação Social, Secretaria da Educação, Secretaria da Cultura, além da Defensoria Pública do Tocantins, Ministério Público Estadual, OAB e Tribunal de Justiça