Esporte

Foto: Divulgação

Palmas será a 22ª cidade a receber o Circuito Caixa de Maratoninha em 2015. Esta será a 8ª edição do evento na capital tocantinense e acontecerá no dia 15 de novembro com largada em frente ao Quartel do Comando Geral dos Bombeiros. Os organizadores esperam reunir cerca de 1.200 crianças em toda a prova.

A estreia do evento que faz parte Circuito Caixa foi em 2008. A última cidade a ingressar no Circuito foi Sorocaba, em 2014. Além dela, o circuito também marca presença em Campo Grande, Uberlândia, Belo Horizonte, Vitória, Campinas, São José do Rio Preto, Londrina, Criciúma, Curitiba, Florianópolis, Joinville, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Aracaju, Brasília e Goiânia.

A 23ª etapa, que será a estreia do ano, é Ribeirão Preto, a quarta cidade do interior de São Paulo a integrar o evento.

Inclusão Social

Noventa por cento dos participantes da Maratoninha são crianças inseridas em projetos sociais financiados pelo Estado, pela iniciativa privada ou por pessoas que fazem um trabalho de assistência a crianças de famílias carentes ou em situação de risco. Além de democratizar o esporte e gerar mais saúde física e mental, a Maratoninha é um meio de ascensão e ingresso na sociedade.

Idealização

De 2002 a 2015 a Maratoninha foi idealizada por Jamil Elias Suaiden, proprietário da GV2 Produções, organizadora do evento. Ex-ciclista profissional e representante do Brasil nas Olimpíadas de Atlanta (1996), Jamil inaugurou a Maratoninha em outubro de 2002, em comemoração ao Dia das Crianças, em Brasília. Mais de 800 crianças de vários projetos sociais da cidade participaram. No ano seguinte, eram 1500 crianças de 6 a 12 anos de idade.

Em 2004, com o projeto para a criação do Circuito Maratoninha, o campeonato já alcançava cinco cidades brasileiras. A partir daí o número de cidades que abraçou a ideia não parou de crescer. Em 2008, a Maratoninha estava presente em 18 cidades brasileiras. Em 2012, 21. Hoje são 23 etapas em todo o Brasil.