Polí­tica

Foto: Divulgação

Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira, 11, o deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) lamentou a ação policial ocorrida na tarde desta última terça-feira, 10, em Colinas do Tocantins, onde caminhoneiros realizam o movimento de paralisação bloqueando parte da BR-153. Olyntho ressaltou que não critica a ação policial, mas a postura do Governo Federal perante os manifestantes. “O Governo tenta criminalizar os brasileiros que manifestam, de forma pacífica, pelos seus direitos”, disse o deputado.

Para Olyntho, a medida do Governo Federal é antidemocrática, pois coíbe manifestação popular o que é uma característica de ditadura.

“Neste momento caminhoneiros estão em paralisação em todo o país reivindicando a redução de impostos sobre o óleo diesel, um plano definido que promova melhores condições de trabalho e condições digna de vida”, destacou.

Olyntho lamentou também que o Governo trata de forma diferente as manifestações de entidades representativas e destacou as do Movimento Sem Terra (MST), que  realiza bloqueio de rodovias e invasões de terras particulares e os manifestantes não são intimidados por ações policiais ostensivas.

A ação policial na BR-153, altura do quilômetro 242, aconteceu logo após o Ministro da Justiça José Eduardo Cardoso ter ordenado que as rodovias federais fossem desbloqueadas.

Uma Medida Provisória (MP) está sendo aguarda no Diário Oficial da União, onde o Governo publicará novas regras com a introdução de um novo artigo no Código Nacional de Trânsito (CTB) estabelecendo multa de R$ 5.746 para quem interromper a circulação de vias. Também institui multa para quem organizar as manifestações que bloqueiam vias com multa de R$ 19.154. Atualmente existe uma multa para este fim no valor de R$ 1,9 mil.

Obras

Também em pronunciamento no plenário da Assembléia Legislativa, o deputado Olyntho voltou a reivindicar a conclusão da construção do Hospital Geral de Araguaína (HGA)  e das reformas dos hospitais de Miracema e de Paraíso do Tocantins. Em pronunciamento realizado na sessão desta quarta-feira, 11, o Deputado ressaltou que ainda aguarda as informações solicitadas sobre processos licitatórios, financiamentos e contratos de obras do Estado que não foram concluídas e destacou a necessidade da construção do HGA. Olyntho ao pedir para subscrever o Requerimento de autoria do deputado José Bonifácio que solicita fiscalização das obras do programa Pró-Município.

“Eu considero muito importante esta fiscalização, porque tenho informações que algumas das obras do Pró-Município já estão deteriorando e ainda não completaram um ano de conclusão”, alertou Olyntho. Ele ressalta que continuará buscando as informações sobre financiamentos e contratos de obras públicas, que são de interesse de toda a população.