Esporte

Foto: Philipe Bastos Durante a cerimônia atletas de todas as delegações se perfilam com as bandeiras de cada um dos estados Durante a cerimônia atletas de todas as delegações se perfilam com as bandeiras de cada um dos estados

Marco de início dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 15 a 17 anos, a cerimônia de abertura, realizada na noite desta última quinta-feira, 12, foi repleta de emoção tanto dos atletas que participaram, como do público, que contou, em grande parte, com pequenos alunos das escolas municipais de Londrina/PR, cidade-sede dos Jogos. Ponto alto da cerimônia, o acendimento da pira olímpica contou com um revezamento de luxo entre atletas consagrados e terminou com a multicampeã de Vôlei de Praia, Shelda.

Mesmo antes do início da solenidade, os apresentadores animavam a plateia com brincadeiras e muita música apresentada pela Banda de Sopro de Londrina. Das arquibancadas do Ginásio Moringão, delegações e público mantinham o clima de festa sempre em alta.

Do lado de dentro da quadra, 11 atletas de cada delegação foram os escolhidos para desfilar as bandeiras dos Estados. Da parte do Tocantins, último chamado pela ordem alfabética, o clima era um misto de emoção e ansiedade pelo início das competições.

Atleta do Ciclismo, Kacyelle Santos Silva destacou a dedicação nos treinamentos como fator fundamental para a conquista da vaga na maior competição escolar do Brasil. “É muita emoção. Me preparei muito e lutei para estar aqui hoje. Quero representar o nosso Estado e fazer bonito nos Jogos”, destacou.

Juan Lucas Coelho compete no Vôlei de Praia nesta sexta-feira. Para ele, ter a oportunidade de representar o Tocantins na competição nacional é ruto de grande esforço nas competições regionais e estaduais. “É um prazer poder representar o Estado. Foram tantas duplas que tentaram esta vaga e a minha ter conseguido é um privilégio muito grande”, frisou o atleta que compete pela primeira vez nos Jogos Escolares da Juventude.

Tendo a responsabilidade de auxiliar os atletas a deixarem a ansiedade um pouco de lado, a chefe da delegação tocantinense, Maria de Jesus Duarte, reforçou a importância de uma competição nacional para a vida dos jovens atletas. “É muito importante eles saberem que a dedicação aos treinos podem dar resultados e trazê-los para uma competição de nível nacional, como são os Jogos Escolares da Juventude”, frisou.

Jogos Escolares da Juventude

A etapa 15 a 17 anos dos Jogos Escolares da Juventude reúne mais de 3.700 alunos/atletas de todo o Brasil em modalidades individuais e coletivas. Nesta primeira parte da competição, serão disputadas as modalidades individuais, que contam com as provas de Atletismo, Ciclismo, Ginástica Rítmica, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Xadrez, Vôlei de Praia e Luta Olímpica – esta última sem representantes tocantinenses. Já na próxima semana serão realizadas as competições de Futsal, Basquetebol, Voleibol e Handebol.