Esporte

Foto: Saulo Cruz Abertura oficial dos Jogos, realizada no dia 12 de novembro Abertura oficial dos Jogos, realizada no dia 12 de novembro
  • A dupla Amanda e Julio Cesar (e) enfrentam a equipe da Paraíba pelos Jogos Escolares da Juventude

Depois de três dias de competições, os atletas tocantinense conseguiram bons resultados nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 15 a 17 anos, mesmo que as tão sonhadas medalhas não tenham vindo. Nas quadras, pistas, mesas, arenas, tatames e piscinas de Londrina/PR, os estudantes tocantinenses fizeram o melhor para representar o Estado, suas cidades e escolas.

Finalista no Lançamento de Dardo, Samara de Sousa Rodrigues superou suas marcas para chegar até a última etapa da modalidade. Para ela, a final nos JEJ foi um resultado muito positivo, levando em consideração o nível da prova. “A competição estava muito forte, com atletas muito preparados. Acho que consegui representar bem o Tocantins”, completou.

Também nas finais dos JEJ, os mesatenistas do Tocantins jogaram com consistência e conseguiram fazer frente a equipes de Estados com mais tradição no esporte. Para o técnico da equipe, Johnny Silva Facundo, a participação do Tênis de Mesa tocantinense nos Jogos foi boa, mesmo com as expectativas altas em torno dos atletas.

“Acredito que fizemos o que foi possível. O nível dos jogos é muito alto, mas a experiência que esses estudantes adquirem participando desta competição é muito grande”, disse.

Sarah Costa Lacerda, foi uma das mesatenistas que chegou às oitavas de final na competição. Ela participou pela primeira vez da maior competição escolar do Brasil e formou equipe com Arthur de Souza Sanfelici Demori, Julio Cesar Figueiredo de Oliveira, Amanda Cunha Martins. “Por ter sido a minha primeira vez nos Jogos, fiquei muito feliz com o meu desempenho. Pretendo treinar ainda mais para conseguir melhores resultados no futuro”, destacou.

Ciclismo e Vôlei de Praia

Prova que exige um nível elevado de concentração e resistência, a competição de estrada no Ciclismo normalmente termina com um número menor de competidores do que a largada. Muitos não suportam o cansaço, as câimbras e o ritmo forte que a disputa exige. Maycon Carvalho, no entanto, conseguiu completar a prova que chegou a liderar em um determinado momento.

“É muito desgastante (a estrada), tinha duas subidas que cansavam muito, mas acho que fiz o meu melhor. Esperava uma colocação melhor e vou treinar bastante para conseguir”, frisou o ciclista que participa pela primeira vez da etapa 15 a 17 anos dos Jogos Escolares da juventude.  

Já no Vôlei de Praia, as duas duplas do Tocantins superaram a fase inicial da competição e chegaram às finais. Lara Guerra e Lara Santos chegaram às quartas de final, enquanto Juan Coelho e Dalcy Cunha ficaram nas oitavas. “O nível técnico está bem equiparado. Alguns estados se destacam, mas como são jogos escolares, as equipes acabam se nivelando”, destacou o treinador das duas duplas, Osvaldo Cavalcante.

Nesta próxima semana, Londrina recebe as equipes que irão disputar as modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Juventude. Nesta fase, os ginásios esportivos receberão competições de Futsal, Voleibol, Basquetebol e Handebol, nas categorias masculino e feminino. Os JEJ terminam no próximo sábado, 21.