Economia

Foto: Divulgação

Realizado no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL Palmas), o primeiro dia do Feirão Seu Nome Limpo teve grande adesão de público. Nesta última quinta-feira, 19, as empresas participantes atenderam 317 pessoas. Quem está endividado tem até sábado, 21, para negociar as dívidas com possibilidade de até 70% de desconto nos juros.

O gerente de uma das lojas participantes, Heli Carlos Pereira, salientou a importância do evento para a empresa. "No Feirão podemos regularizar a situação dos nossos clientes através dessa facilidade na forma de pagamento. Acredito que é uma grande oportunidade para os nossos clientes", reforçou. 

A recepcionista, Patrícia Neves Dourado, foi ao Feirão negociar suas contas em atraso. "Eu estava pagando a minha conta em dia mas fiquei desempregada, o que causou o atraso. Estando inadimplente não se pode abrir um crediário, ter um cartão de crédito. A gente acaba tendo vergonha de falar que está devendo e, essa é a chance de limpar o nome e ter uma nova vida. Hoje eu vim aqui porque eu quero pagar", salientou.

Na abertura do evento a vice-presidente da CDL Palmas, Cleide Brandão, falou sobre o objetivo do evento. "Esperamos que tenha boas negociações durante o evento e que o consumidor possa ficar apto a realizar novas compras. Sabemos que a venda de um produto finaliza com o pagamento do cliente e, é isso o que procuramos. Que as negociações sejam satisfatórias para os envolvidos", disse. 

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Fabiano do Vale, destacou a parceria das entidades. "A iniciativa do evento é muito importante nesse ano atípico. Quando a Acipa foi convidada a ser parceira, não hesitamos em apoiar. É importante trazer o máximo de consumidores ao Feirão para garantir a oportunidade de negociação, tanto às empresas participantes quanto para o consumidor inadimplente", falou. 

O “Feirão Seu Nome Limpo” é uma realização da CDL Palmas em parceira com o SPC Brasil, a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) e a Faculdade Católica do Tocantins.

Empresas participantes

Maranata, Economia, Ferpam, Minas Tecidos, A Real Tecidos, Dinâmica Calçados, Perfil Calçados, Black Out, Valadares Comercial Senac, Cartório de Protesto Moromizato, Banco do Empreendedor - BEM (antigo Prodivino) e a empresa Equipe Cobranças representando a Brasil Card, Grupo Renacor, Grupo Fabiano, Marca Motors, Grupo Disbrava, Léo Madeiras, Eletroferraguista, Assessoria Condominial Torre, Serraverde, BellaPlanta, Irmãos Meurer, Grupo Marola (Posto Trevo), Fenix Distribuidora de Bebida, Técnica Engenharia, CEACOP, Gaia Interiores, Material de Construção Samom, Caixa Econômica Federal e Energisa.