Campo

Foto: Divulgação

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) realiza entre os dias 23 a 27 de novembro, oficinas de capacitação da Chamada Pública em Agroecologia do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).  O objetivo é capacitar 450 famílias de agricultores familiares selecionadas distribuídas em 11 municípios da região do Bico do Papagaio.

Segundo Cristina Castro Araújo, supervisora do Escritório Regional de Araguatins, nessa etapa, as famílias moradoras de assentamentos criados ou reconhecidos pelo Instituto Nacional da Reforma Agrária (Incra) vão conhecer o objeto do contrato da chamada pública, os detalhes e  as formas de assistência técnica que irão receber durante os três anos de vigência do contrato.

Ainda de acordo com a supervisora, as famílias selecionadas foram cadastradas no MDA e têm obrigações a serem cumpridas. “Nas oficinas primeiramente vamos alinhar as informações e as responsabilidades de cada um. Também vamos organizar os agricultores por grupos de atividades, isso vai permitir desenvolver um trabalho mais eficiente e eficaz”, explicou a supervisora.

Falando sobre a importância da capacitação e da assistência técnica prestada pelo Ruraltins, Cristina Castro disse que a partir desta etapa as 450 famílias de agricultores juntamente com os técnicos farão um planejamento para ser executado em três anos. “Vamos ter condições de prestar uma assistência técnica, onde acompanharemos o agricultor em todas as etapas do projeto, pois essa é a missão do Ruraltins. Estamos contentes com esse momento”, finaliza a supervisora.

As oficinas serão ministradas pelos técnicos do Ruraltins de cada Unidade Local de Execução de Serviços (ULES) nos municípios com apoio do Escritório Regional de Araguatins. Para realizar a capacitação estão sendo disponibilizados 17 extensionistas rurais divididos em 11 equipes. 

As oficinas acontecerão nos seguintes dias e locais:

23/11 - São Miguel / Povoado São Francisco;

23 e 24/11- Araguatins/ Povoados de Macaúba e Araguanópolis;

24/ 11 - Sítio Novo / Povoado Sumaúma;        

25/11- Buriti / Povoado Vila União;

25/11- Praia Norte;

25/11- Augustinópolis/ Povoado Itaúba;

26/11- Axixá / Lagoa de São Salvador;

26/11 - São Sebastião;

26/11- Carrasco Bonito;

27/11- Sampaio;

27/11- Esperantina/Povoado Mulatos.

Chamada Pública

A Chamada Pública em Agroecologia tem como objetivo prestar Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), aos agricultores/as familiares visando o desenvolvimento social, econômico e ambiental das famílias, bem como consolidar práticas produtivas da agroecologia existentes, focadas na produção saudável de alimentos, livres de agrotóxicos.