Palmas

O quadro de gestores das secretarias municipais de Palmas foi alterado na manhã desta segunda-feira, 30, pelo prefeito Carlos Amastha, ocasião que também foi criada a Secretaria Municipal de Energias Sustentáveis, que terá entre suas atribuições a implantação do programa Palmas Solar.

A primeira alteração realizada foi a efetivação de Eliane Campos como secretária de Desenvolvimento Social, pasta pela qual respondia interinamente, e sua saída da Fundação Cultural de Palmas, que passará a ser gerida por Hector Valente Franco.

Franco, respondia anteriormente pela Secretaria Extraordinária dos Jogos Mundiais Indígenas, que deixa de existir, dando lugar a Secretaria Especial de Energias Sustentáveis, para qual foi nomeado o engenheiro ambiental, Raffael Boff.

Sobre a permanência de Eliane Campos no Desenvolvimento Social, Amastha ressaltou que a pasta “continuará tendo um perfil humano, sem perder em competência administrativa”, o prefeito também ressaltou as ações da Gestora junto a FCP, ao afirmar que a gestão não recuará no fortalecimento da Pasta. Já Eliane Campos ressaltou que Palmas é respeitada nacionalmente entre os órgãos de gestão cultural. “Somos a primeira capital a aderir ao Sistema Nacional de Cultura, aprovamos mais dez Pontos de cultura, e há muitos desafios e conquistas pela frente”, disse.

Já a escolha de Hector Franco para a FCP foi justificada por Amastha, pela competência demonstrada a frente de diversas ações da Prefeitura, especialmente dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas.

Franco, que possui formação universitária e vasta experiência na área de comunicação e marketing, informou que transita há muito tempo na área cultural. “O diálogo com os promotores de cultura será constante. Podemos fazer muito por esta cidade em formação e transformação”, frisou Franco.

Energias Sustentáveis

A ocasião contou ainda com o anúncio da criação da Secretaria Municipal Especial de Energias Sustentáveis, para qual foi nomeado para gestor o engenheiro ambiental, Rafael Boff, que é um dos principais líderes do novo partido criado, a Rede Sustentabilidade. Segundo Amastha, para a secretaria era necessário que o gestor “entendesse de energias renováveis”, para o qual o currículo de Boff se adequou perfeitamente.

A Secretaria de Energias Sustentáveis será responsável pela implantação do programa Palmas Solar, instituído pela Lei Complementar Nº 327, de novembro de 2015.

Perfis

Hector Valente Franco

Hector Valente Franco tem formação acadêmica em Administração de Empresas, pela Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG) e Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Cursou MBA pela Universidade Moderna de Lisboa (Portugal) e Mestrado em Gestão pela Fundação Iberoamericana. É Pós-Graduado em Marketing, pela ESAG e Extensão em Varejo, pela University of Alleghenny County, Pensilvania, USA.

Dirigente das empresas FactsMarket e The Learn Group, possui 30 anos de experiência nacional e internacional, com passagens profissionais pela rede Brasil Sul de Comunicações (RBS), Diário Catarinense, ProMarket Pesquisas e Análises de Mercado, Thinker Market Results (SP), Executivos Associados (EXA), D/Araújo/Loducca Comunicação e FC&V Consulting.

Professor universitário de graduação e pós-graduação dos cursos de Publicidade e Propaganda e Relações Internacionais da Unisul, sendo, ainda, palestrante e ministrante de cursos de Marketing, Vendas e Comunicação. Foi Conselheiro para Comunicação da Universidade Federal de Santa Catarina.

É membro do European Society for Opinion and Marketing Research (Esomar) e foi membro fundador da Associação Nacional de Empresas de Pesquisa (ANEP).

Foi secretário extraordinário de Jogos Indígenas de julho de 2014 a novembro de 2015.

Rafael Boff

Nascido em Redenção (PA),. 26 anos, Engenheiro Ambiental, líder da Rede de Ação Política Pela Sustentabilidade na América do Sul, professor universitário com expertise nas áreas de reaproveitamento de resíduos tecnológicos e energias renováveis de baixo impacto ambiental. Foi coordenador nacional do Plano de Governo à presidência da república de Eduardo Campos e Marina Silva em 2014 sobre o tema cidades sustentáveis.

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, Hector Franco, Rafael Boff