Educação

Foto: Elias Oliveira A Seduc está em processo de mobilização, nas escolas, para a construção do novo currículo escolar A Seduc está em processo de mobilização, nas escolas, para a construção do novo currículo escolar

A Secretaria Estadual da Educação (Seduc) está em processo de mobilização nas escolas, para que diretores, coordenadores e técnicos participem do Dia da Base Nacional Comum Curricular (BNC), que acontecerá nesta quarta-feira, 2, às 08h30, no auditório no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (QCG), em Palmas. A intenção da mobilização, que acontece em todo o País, é discutir a versão atual do documento e, posteriormente, colaborar com a consulta pública, que está aberta no Portal da Base Nacional Comum do Ministério da Educação (MEC).

O objetivo, conforme o Plano Nacional de Educação (PNE), é que a Base Nacional Comum Curricular determine os conhecimentos e as habilidades essenciais que todos os alunos têm direito de aprender, em cada ano da Educação Básica.

De acordo com o secretário Adão Francisco de Oliveira, a Seduc já vem discutindo a elaboração do currículo, tendo em vista uma educação integral e humanizada, de qualidade, que oportunize o direito de aprendizagem a todos. “A nossa intenção é a elaboração de um currículo equilibrado, com a carga horária e a oferta de disciplinas que promovam o desenvolvimento humano. As nossas defesas, na educação integral e humanizada, são que o ensino não privilegie apenas as disciplinas tradicionais e que o ensino de qualidade seja um direito de todos. A escola precisa tornar-se um ambiente mais interessante para o aluno”, afirmou.

Segundo a gerente de Desenvolvimento do Ensino Médio da Seduc, Maristélia Alves, é importante que a escola, envolvendo todo o corpo de servidores, participe desse processo de discussão do currículo. “Será um momento único e democrático [a mobilização] que envolverá muitas lideranças. Nesta terça-feira [1º] continuaremos as mobilizações, nas escolas, para que amanhã [quarta] seja um dia bastante rico em discussões e propostas para a construção do currículo escolar”, disse.

Com a construção da Base Nacional Comum Curricular, todas as escolas públicas e particulares terão uma base nacional para elaborar seus currículos e contribuirão, assim, para uma educação de qualidade.