Meio Ambiente

Foto: Divulgação Brigadistas receberam capacitação de combate ao fogo Brigadistas receberam capacitação de combate ao fogo

O Governo do Tocantins, por meio da Defesa Civil Estadual registrou, nos últimos dias de 2015, uma melhora no ranking dos estados em que mais se registram focos de incêndio no País. Com isso, o Tocantins passou de quarto para quinto lugar numa escala de 10 estados em que mais se registram focos de calor no Brasil, no ano passado.

Mesmo com a diminuição de chuvas em decorrência do fenômeno climático “El Niño”, dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam que nos primeiros dias deste ano, o Tocantins situa em sétimo lugar no ranking, com apenas 22 focos registrados. Entre os municípios com maior registro em 2016 estão Dueré, Lagoa da Confusão, Araguaína, Pedro Afonso e Taguatinga, respectivamente.

Resultados

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente coronel bombeiro Peterson Ornelas, a melhora no ranking se deu em decorrência das diversas ações realizadas em 2015. “Contamos com parcerias importantes como a com Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Naturatins e entidades não governamentais de proteção ao Meio Ambiente”, ressaltou.

Ainda de acordo com o coordenador, em 2015 foram contratados 120 brigadistas por meio de ações realizadas pelo Governo do Estado e outras 400 pessoas também receberam capacitação e treinamento em diversos municípios tocantinenses. 

O coordenador ressaltou ainda a realização do primeiro Fórum Estadual de Defesa Civil, em agosto do ano passado  que contou com a presença de representantes de todos os municípios do Estado, como também a parceria com a Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) na contratação de caminhões pipa para minimizar os impactos da estiagem registrada na região Sudeste do Estado, como também na instalação de cisternas de abastecimento de água. “Nosso estado não registra grandes catástrofes decorrentes de fenômenos climáticos, mas a seca em alguns municípios e as queimadas constantes no período de estiagem preocupam. Por isso estamos empenhados em fazer um trabalho de apoio aos municípios que necessitarem da nossa atuação”, afirmou.

Por: Redação

Tags: Defesa Civil, El Niño, Peterson Ornelas