Polí­tica

Foto: Divulgação

Os salários de prefeito, vice-prefeito e dos 13 vereadores de Gurupi, no Sul do Estado, a 230 Km de Palmas, aumentaram 13,79%. O reajuste, aprovado em 21 de dezembro e já em vigor, foi proposto pelo Executivo e aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.

O aumento gerou polêmica no município pelo cenário de crise vivido por muitas prefeituras no Tocantins e por ter sido maior que o índice do reajuste do salário mínimo, que foi de 11,6%.

O prefeito Laurez Moreira (PSB) argumentou à favor da medida ao dizer que os salários de prefeito, vice e dos vereadores estavam sem reajustes há sete anos. “Não houve reajuste desde a gestão do ex-prefeito João Cruz ”, argumentou. Laurez considerou ainda que o reajuste não pode ser compreendido como aumento, mas uma correção dos últimos três anos.

Segundo a Procuradoria Geral do município, o que ocorreu foi uma recomposição da perda inflacionária no período de 2013 e 2014 de acordo com o que permite a Constituição Federal e consultas formuladas ao próprio Tribunal de Contas do Estado.