Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM/TO) assegurou o equivalente a R$ 57 milhões para obras no Tocantins.

Em 2015, a parlamentar destinou R$ 2.589.442,00 para a área da saúde do Estado. O valor já foi empenhado pelo Governo Federal e, via Fundo Estadual de Saúde, o Tocantins foi contemplado para atender o Hospital Geral Público de Palmas (HGPP) para aquisição de equipamento de sistema de hemodinâmica. Do mesmo modo foi beneficiado o Hospital Infantil para compra de equipamentos, entre eles, um sistema computadorizado para eletroencefalograma digital, monitor multiparâmetro e mantas térmicas. Também foram destinados Rnt,2 milhão para aquisição de equipamentos para a Central de Transplante de Córneas do Hospital Geral de Palmas e aquisição de transporte oncológico.

A deputada foi a responsável também pela liberação de R$ 9 milhões para obras de ampliação da Universidade do Tocantins (Unitins) com construção de novos blocos e laboratórios. Esse recurso foi pago entre os anos de 2012 e 2013.

Foram R$ 2,5 milhões via Ministério do Esporte para a reforma do Estádio Nilton Santos. Esse valor foi pago ainda em 2012. A sua atuação inclusive foi responsável pela pré-seleção de Palmas como sub-sede da Copa do Mundo e isso garantiu um legado do evento para a capital, com a doação de um terreno para a construção de um centro de desenvolvimento esportivo, feita pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Além disso, a emenda de bancada da Professora Dorinha de 2015 foi para obras de ampliação do HGPP, que também foi incluída na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e também a construção do Hospital Geral de Araguaína. O valor estimado ficou em R$ 40 milhões, mas ainda não foi liberado pelo Governo Federal.

Para este ano, a democrata destinou para o Governo do Estado, através de emendas individuais, R$ 1.181.784,00 para reforma dos hospitais de Arraias e Xambioá, R$ 3.380.320,00 para reforma do Hospital e Maternidade Dona Regina; e R$ 151.232,00 para o Serviço de Reconstrução Craniofacial do HGPP. Também propôs R$ 300 mil para construção da 2ª Cia dos Bombeiros em Taquaralto.

Emendas de bancada

A deputada Dorinha priorizou a Universidade Federal do Tocantins em suas emendas de bancada. Em 2013, a parlamentar destinou R$ 23,5 milhões para dar início à construção do hospital da UFT, em Palmas, e que foi paga pelo Executivo Federal. Os recursos para o hospital universitário ultrapassam R$ 200 milhões, que serão repassados gradativamente de acordo com o andamento das obras.

A única emenda de bancada do Tocantins paga pelo Governo em 2014 foi da democrata para expansão e reestruturação da UFT, no valor de R$ 19,1 milhões. Ainda há o repasse de mais R$ 50 milhões, garantido durante apreciação da Lei Orçamentária Anual (LOA), para dar continuidade às obras paralisadas nos campi da UFT.

Além disso, Professora Dorinha foi importante mediadora entre a UFT e Governo Federal para a liberação de recursos para obras em todos oscampi da universidade. Ela também garantiu o pagamento de R$ 6 milhões para aquisição de equipamentos para os campi, valor que foi pago em dezembro do ano passado.

Já para este ano de 2016, Professora Dorinha destinou a sua emenda de bancada novamente para obras de ampliação do Hospital Geral Público de Palmas (HGPP). O hospital oferece 238 leitos e, a partir da reforma proposta e a emenda sendo paga, poderá contar com 10 novas salas de cirurgias, 196 novos leitos e ampliação do pronto-socorro, que ficará com mais cinco leitos de AVC agudo, dez leitos de sala vermelha, 20 de sala amarela, 40 de observação e 20 para cuidados intensivos.