Campo

Foto: Lenito Abreu

O Tocantins é um grande celeiro de produção de soja, arroz e milho, por isso, para preservar o patrimônio fitossanitário dessas grandes culturas, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) intensificou o monitoramento das lavouras, com o trabalho de prevenção e controle de doenças e pragas, que teve início no dia 25 janeiro e segue até 5 de fevereiro, em todas as regiões do Estado.

De acordo com o gerente de Sanidade Vegetal da Adapec, Marley Camilo de Oliveira, a medida se dá em função do período de estágio inicial reprodutivo, em especial da soja, que requer uma atenção redobrada em relação à ferrugem asiática, principal praga que acomete a cultura. “Durante o monitoramento verificamos também outras pragas de importância econômica, a exemplo da Helicoverpa armigera, além de prestarmos orientações sobre controle, prevenção e combate”, explica.

O monitoramento da produção das grandes culturas é contínuo, pois visa prevenir, controlar e combater doenças e pragas, reduzir o nível de infestação e, consequentemente, os prejuízos causados a toda cadeia produtiva. “A prevenção começa no campo para garantir maior produção e produtividade das culturas. Com isso, elevamos a qualidade das sementes e produtos e garantimos o crescimento da economia”, destaca o presidente da Adapec, Humberto Camelo.

Cadastramento

A partir do dia 5 de fevereiro os sojicultores devem obrigatoriamente realizar o cadastramento da propriedade e/ou área produtora, durante o período de safra, conforme Art. 13º da Portaria nº 419/2014. O produtor que descumprir as normas estará sujeito a sanções administrativas, multas e outras penalidades.

Para o cadastramento da propriedade de plantio de soja, os produtores devem procurar uma das unidades locais da Adapec ou acessar o site, no endereço www.adapec.to.gov.br/servicos e fazer a opção no link Vegetal, para preencher e imprimir o cadastro obrigatório de propriedade de soja e, posteriormente, entregá-lo no escritório da Agência no município onde está localizado o plantio.

Conforme os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Tocantins possui uma área de soja sequeira de 848,87 mil hectares.

Por: Redação

Tags: Adapec, Marley Camilo de Oliveira, campo