Campo

Foto: Divulgação

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) apreendeu nesta semana, na barreira fixa de Talismã, sul do Estado, uma carreta com 119 animais com Guia de Trânsito Animal (GTA) irregular. A guia apresentada pelo motorista era apenas uma cópia e referia-se a outra carreta que transportava 140 animais que também foi parada, mas liberada posteriormente.

O motorista da carreta irregular disse aos inspetores e fiscais da Adapec que não sabia a origem dos animais e que apenas foi contratado no município de Nova Olinda, no Tocantins, para seguir com a carga. O proprietário dos animais foi multado em R$ 5.064,64 pela irregularidade e em mais R$ 127,69 por dificultar o serviço da Agência.

Segundo explicou a diretora de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal da Adapec, Regina Barbosa, os animais estão em uma fazenda próxima à barreira de Talismã e aguarda a comprovação da origem dos mesmos. “O proprietário apresentou por meio de seu advogado outra GTA que também estava em desacordo com os animais e vencida, por isso, eles continuam na fazenda como depositário, e caso não apresente a documentação de origem o gado pode ser sacrificado para não colocar em risco a sanidade do rebanho tocantinense”, afirmou Regina.

Para o presidente da Adapec, Humberto Camelo o trabalho de fiscalização das barreiras é fundamental para a segurança sanitária dos animais tocantinenses. “Este trabalho da Adapec visa proteger o nosso rebanho e coibir qualquer tentativa de fraude de documentos”, disse o presidente.

A ação foi coordenada pela Supervisora Técnica da Área Animal de Formoso do Araguaia, Etel Marques, pelo médico veterinário Jorge França e pelos fiscais de defesa agropecuária, Elivan Venâncio, Moacir Torres, Manoel Feitosa, Alexandre Dantas, José Alberto, Marcelo Simão e Robson de Almeida.

Por: Redação

Tags: Adapec, Humberto Camêlo, Regina Barbosa, campo