Estado

Foto: Miller Freitas

A Comissão Organizadora da IV Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres realizou na tarde desta sexta-feira, 5, uma reunião preparatória para o evento, que acontecerá nos dias 16 e 17 de fevereiro no auditório do Hotel Turim. Também no dia 16, entre 8 e 12 horas, será realizado o Fórum Estadual de Mulheres e a reunião da Câmara Temática de Mulheres do Tocantins. O tema da conferência é “Mais Direitos, Participação e Poder para as Mulheres” e a realização é da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça, por meio da Diretoria de Políticas para a Mulheres e do Conselho Estadual de Direitos da Mulher (Cedim).

Às integrantes do Cedim, a secretária de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga, destacou que a Conferência é plural e participativa, pois reúne vários segmentos da sociedade, e que cabe ao Governo do Estado conduzir. Assim como a 4ª Conferência Nacional de Políticas para Mulheres, que acontecerá em Brasília (DF) entre os dias 15 e 18 de março, a Conferência Estadual propõe-se a discutir as estratégias de fortalecimento das políticas para as mulheres e a democratização da participação delas nas diversas esferas institucionais e federativas. Assim, como nos processos de controle das políticas públicas e nas suas múltiplas formas de organização e de manifestação.

As participantes das conferências se debruçarão em discussões de cinco eixos: contribuição dos Conselhos dos Direitos da Mulher e dos movimentos feministas e de mulheres para a efetivação da igualdade de direitos e oportunidades; estruturas institucionais e políticas públicas desenvolvidas para mulheres no âmbito municipal, estadual e federal: sistema político com participação das mulheres e igualdade; e Sistema Nacional de Política para as Mulheres.

Assim, as conferências foram convocadas em todas as unidades da Federação para reforçar a efetividade do debate sobre o enfrentamento das desigualdades entre mulheres e homens, visando o fortalecimento de sua capacidade interinstitucional com as instâncias governamentais estaduais e municipais, e de intersetorialização das políticas públicas para mulheres. 

Por: Redação

Tags: Cedim, Conferência Estadual, Gleidy Braga