Saúde

Foto: Divulgação

Na esperança de poder voltar a andar, a família da jovem, Dannyella Fernandes, 21 anos, vítima de acidente de trânsito em Gurupi busca ajuda para iniciar um tratamento com células-tronco na Tailândia. “O tratamento é feito na Tailândia onde tem o único hospital autorizado para esse tratamento. Já fui aceita e recebi minha carta de aceitação do hospital”, disse Dannyella que busca ajudar para custar

No próximo dia 17 de março completam dois anos que Dannyella Fernandes, hoje com 21 anos, mãe de uma criança de cinco anos, sofreu um acidente grave em Gurupi e devido a uma lesão medular perdeu o movimento da cintura para baixo.

O acidente aconteceu por volta das 23h 30min de um sábado no momento em que ela estava de carona em um veículo Vectra e uma camionete S-10, não respeitou o cruzamento da Rua Onorina esquina com a Rua Daniela do Alto da Boa Vista e bateu violentamente, deixando-a sem os movimentos das duas pernas. O condutor da S-10, conhecido como Chiquinho fugiu sem prestar socorro.

“Os jovens dever ter mais responsabilidade, mais amor a si mesmo a sua própria vida e, principalmente, pela do próximo. Porque aquele acidente, só não levou minha alma, mas, destruiu todos meus planos. Sinto muito pelo meu filho, de cinco anos, por não poder cuidar dele e fazer por ele o que eu fazia antes e minha limitações foram tiradas quando eu tinha 19 anos”. Disse Dannyella Fernandes.

Tratamento

O tratamento com células-troncos tornou-se uma esperança para Dannyella Fernandes e a janela em busca da cura abriu quando o Better Being Hospital (BBH), em Bangkok, na Tailândia, lhe ofereceu uma vaga; mas, para realizar o tratamento ela terá quer custear as passagens e o período que levará para receber as aplicações.

“Vou fazer seis intervenções cirúrgicas de células-tronco. O tratamento é feito na Tailândia onde tem o único hospital autorizado para esse tratamento. Já fui aceita e recebi minha carta de aceitação do hospital”, disse Dannyella.

Campanha

Desde que recebeu a notícia do hospital tailandês, amigos de Dannyella Fernandes têm feito campanha para arrecadar recursos para custear a viagem e ela tem se dedicado, exclusivamente para ter a chance de ser tratada. “Agora nesse tratamento sei que Deus tem o melhor para mim. Ele me prometeu e Ele é fiel para cumprir suas promessas”, diz esperançosa a jovem.

Por: Redação

Tags: Dannyella Fernandes, Gurupi, Tailândia