Estado

Foto: Divulgação

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO), Moisemar Marinho, e o tesoureiro, Argus Nazareno, estiveram reunidos com o secretário estadual de Administração, Jeferson Oliveira, na manhã desta sexta-feira, 12, ocasião em que cobraram o cumprimento da decisão judicial para o alinhamento salarial, o pagamento retroativo da data-base, as progressões concedidas aos policiais e também a progressão da turma de 2004.

Segundo o informações do Sinpol, sobre a data-base, a Secretaria Estadual da Administração (Secad) esclareceu que Governo do Estado está ciente de suas responsabilidades com os servidores públicos e informa que, na próxima semana, está prevista uma reunião do Comitê Gestor com representantes das entidades de classe para discutir um cronograma de pagamento dos vencimentos em atraso da data-base.

Sobre o cumprimento da decisão judicial do alinhamento salarial, o Sinpol informa que o secretário comunicou que o Estado não tem condições de realizar o pagamento e afirmou que o Governo irá recorrer na Justiça. 

Já sobre as progressões concedidas aos policiais o secretário Jeferson Oliveira afirmou que irá tratar diretamente sobre a demanda com o Sinpol na próxima segunda-feira, 15.

Progressão da turma de 2004

O Sinpol afirma que realizou nova cobrança das progressões da turma de policiais de 2004 e a Secad manifestou a impossibilidade para cumprir devido a falta de orçamento. O sindicato cobrou por escrito da Secretaria o documento de negação do pedido. Com o documento, o Sinpol poderá ajuizar ação para cumprimento das progressões.