Polí­cia

Foto: Divulgação

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional, ofereceu nesta segunda-feira, 15, denúncia criminal contra os dois acusados do assassinato do empresário Wenceslau Gomes Leobas de França Antunes, de 77 anos de idade. O atentado aconteceu no 28 de janeiro, naquela cidade, sendo a vítima alvejada com disparo de arma de fogo, que lhe deixou em estado de coma até este domingo, 14, quando veio a óbito.

De acordo com o inquérito policial, Alan Sales Borges, de 34 anos, e José Marcos de Lima, de 42 anos, conduziam um gol prata e estacionaram próximo à Câmara de Vereadores, no centro da cidade. De lá, Alan dirigiu-se até a residência da vítima, nas mediações, e aproveitando-se da ocasião em que Wenceslau saía de casa, por volta das 6h15, Alan disparou a arma de fogo e o atingiu na região do pescoço. Em seguida, o acusado jogou a arma no chão e correu ao encontro do comparsa, que lhe aguardava. Os dois fugiram da cidade, no sentido da capital Palmas, sendo abordados e presos em flagrante pela polícia militar na rodovia TO 050.

Promotor de Justiça, autor da denúncia criminal, Abel Andrade Leal Júnior, requer que os dois sejam condenados com base nos artigos 121 e 61 do Código Penal, por homicídio doloso (com intenção de matar), por terem praticado o crime com recurso que impossibilitou a defesa da vítima, que também era idoso. (Ascom MPE)