Campo

Foto: Delfino Miranda

Cerca de 60 profissionais, entre supervisores, delegados e chefes locais da Agência de Defesa agropecuária (Adapec) participam de reunião técnica, nesta terça-feira, 16, e quarta-feira, 17, em Palmas. O objetivo é atualizar e padronizar procedimentos realizados em barreiras fixas do Estado e nos eventos pecuários. Entre os principais assuntos abordados estão a fiscalização de trânsito animal e vegetal, revisão das legislações e a padronização e normatização das ações.

Durante abertura do encontro, o presidente da Adapec, Humberto Camelo, reforçou a importância do comprometimento dos servidores para melhorias das funções executadas, e destacou o apoio do Governo do Estado que autorizou a reforma de 10 barreiras fixas. “Com a união destas parcerias melhoramos as condições de trabalho e desempenho, e consequentemente a segurança sanitária da agropecuária tocantinense”, disse.

O Tocantins conta com 23 barreiras fixas, 18 volantes e 10 fluviais. Para o supervisor técnico da regional de Colinas, Giliarde Gonçalves de Almeida, as discussões são muito importantes para a troca de conhecimento, debater dificuldades e buscar as soluções. “Aproveitaremos a oportunidade para debater todas as ações de defesa sanitária que estão sendo realizadas, em busca de harmonizar e padronizar as atividades” destacou o supervisor.

Durante a manhã, foram apresentadas as propostas de alinhamento e padronização das atividades pelo diretor de Defesa, Sanidade e Inspeção Vegetal da Adapec, Carlos César Barbosa. Já no período da tarde, será a vez da diretora de Defesa, Sanidade e Inspeção Animal da Adapec, Regina Barbosa, discutir a atualização das ações feitas nos últimos três anos, revisão de preenchimento de formulários, identificação das principais deficiências, entre outras.

Na quarta-feira, 17, será realizada a reunião técnica de atualização e legislação de eventos pecuários. “Faremos uma explanação da nova legislação nº 15, de 20 de janeiro de 2016, que rege a padronização dos eventos pecuários, incluindo os requisitos para sua realização, o cadastramento da empresa promotora, responsabilidades compartilhadas, entre outros”, disse a responsável técnica pelo Programa Estadual de Eventos Pecuários da Adapec, Roberta Borges Arantes.