Polí­cia

Foto: Divulgação

Dando continuidade às ações de repressão e combate ao tráfico de drogas em Palmas e em todo o Estado do Tocantins na tarde dessa sexta-feira, 19, equipes de Policiais Civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), desarticularam mais um ponto de venda de drogas, localizado em uma residência, no Jardim Taquari, região Sul, de Palmas.

A ação, que foi comandada pelo delegado Guilherme Martins Rocha, resultou na prisão em flagrante de Merisllany da S., Veras, de 25 anos, Jônatas S. da S., de 22 anos, Antônia C. P. de S., de 30 anos de idade e na apreensão de um adolescente infrator, de 17 anos de idade, todos autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Durante as buscas feitas na residência, os agentes apreenderam; uma balança de precisão, materiais para embalar o entorpecente, bem como, aproximadamente 1 kg de crack, dividido em pedaços.

Conforme o delegado Guilherme, a ação deflagrada pela Denarc, teve início após os policiais civis, daquela delegacia especializada, receberem uma denúncia anônima, informando que Merisllany teria alugado uma residência, no Jardim Taquari, com a finalidade de operacionalizar a venda de drogas naquela localidade.  

De posse dessas informações, os policiais civis foram até o local e, após abrir o portão do imóvel, flagraram Merisllany, Jônatas e um adolescente infrator, de 17 anos de idade, sentados no chão fracionando, pesando e embalando, cerca de um quilo de crack, droga que seria repassada a pequenos traficantes para que fosse revendido no próprio bairro.

Diante da situação, os três, juntamente com Antônia, que é companheira de Jônatas e estava em pé, ao lado do grupo, receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia, onde foram autuados, conforme determina a lei antidrogas. Ainda segundo o delegado, todos os presos já possuem várias passagens pela polícia e respondem a inquéritos pela prática de tráfico de drogas.

Após os procedimentos cabíveis, Jônatas foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. As duas mulheres foram encaminhadas à Unidade Prisional Feminina da Capital, ficando à disposição da Justiça. Já o adolescente infrator, foi autuado por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e, logo após, foi conduzido ao Centro de Atendimento Sócio Educativo (Case), em Palmas.

Por: Redação

Tags: Denarc, Polícia