Economia

Foto: Elizeu Oliveira Marcelo Spinelli encontrou-se com o governador Marcelo Miranda no Palácio Araguaia Marcelo Spinelli encontrou-se com o governador Marcelo Miranda no Palácio Araguaia

O Tocantins terá, ainda este mês, uma das maiores estruturas logísticas de armazenagem, embarque e desembarque do País com a  inauguração, no final de março, de dois novos terminais da empresa Valor Logística Integrada (VLI): um no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, e outro em Palmeirantes, no norte do Estado. A informação foi transmitida ao governador Marcelo Miranda nesta terça-feira, 1º de março, pelo diretor-presidente da empresa, Marcelo Spinelli, durante audiência no Palácio Araguaia, quando também oficializou o convite para inauguração.

Para o governador Marcelo Miranda, a implantação de toda essa infraestrutura logística, juntamente com o advento da criação do Matopiba, faz do Tocantins um lugar ideal para se investir. “Vivemos um bom momento e estamos fazendo a nossa parte para melhorar, ainda mais, a infraestrutura do Estado e atrair mais investidores”, reforçou Marcelo Miranda.

Marcos Spinelli também falou sobre os investimentos já realizados pela empresa no Estado. Segundo ele, o Tocantins tem o privilégio de ter a Ferrovia Norte-Sul como espinha dorsal, constituindo uma importante fonte de desenvolvimento. “Toda essa configuração de infraestrutura, com novos terminais de armazenagem, fazem com que o Tocantins tenha uma vantagem competitiva muito grande na área da agricultura e do agronegócio de uma forma geral”, disse Marcelo Spinelli.

Marcelo Spinelli explicou que os dois terminais compõem o Corredor Centro-Norte e são imprescindíveis para captação das cargas de soja, milho e outros produtos para embarque com destino a qualquer região do país. “Esses terminais no Tocantins servem de elo com todo o Brasil, e mais diretamente com os estados do Matopiba”, explicou, ressaltando que esses terminais têm capacidade para movimentar mais de 4 milhões de toneladas de grãos, mas que podem ser expandidos futuramente.

VLI

A VLI é uma empresa que oferece soluções logísticas por meio da integração de portos, ferrovias e terminais de cargas. O sistema de logística integrada da VLI reúne condições para atender às principais regiões brasileiras produtoras de bens e produtos industrializados, siderúrgicos, agrícolas e minerais e está estruturada em cinco grandes corredores: Centro-Norte, Centro-Sudeste, Centro-Leste, Minas-Rio e Minas-Bahia, e tem em sua composição acionária a Vale, Mitsui, FI-FGTS e Brookfield.

A empresa é concessionária da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), além de contar com terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, a exemplo de Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES).

Investimentos

O Corredor Centro-Norte contou com investimento de R$ 1,4 bilhão. Já os terminais, na ordem de R$ 150 milhões cada. Esse valor não inclui os investimentos em ferrovias, nas vias, nos pátios, vagões e em locomotivas para acomodar toda a produção do Estado.