Polí­cia

Foto: Divulgação Moradores de Araguatins denunciaram ter sofrido tortura de policiais Moradores de Araguatins denunciaram ter sofrido tortura de policiais

O advogado, João de Deus Miranda Rodrigues Filho, representa os moradores de Araguatins que denunciam policiais da 4ª CIPM por torturas, e afirmou em entrevista ao Conexão Tocantins na noite desta quinta-feira, 03, que, assim que o Ministério Público Estadual abrir procedimento investigatório, será designado um promotor para cuidar do caso.

João de Deus informou ter conhecimento de cinco casos, no total, de pessoas afirmando ter sido vítimas de tortura, abuso de autoridade, entre outros, em Araguatins. De acordo com o advogado, uma pessoa não quis denunciar até então. 

Questionado sobre o que poderia ter feito a polícia agir por meio da violência com os denunciantes, o advogado João de Deus afirmou: “A verdade, que a gente imagina, é que é para tentar dar uma satisfação para a sociedade”, disse. Segundo o advogado, até agora a Polícia não conseguiu apresentar fato concreto em relação ao assalto de Araguatins.

João de Deus explicou que como estava no calor das investigações, não foi requisitado o exame de corpo de delito. Segundo ele, os exames foram realizados em médico particular. 

O advogado ainda informou que já encaminhou denúncia para a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Anistia Internacional.