Saúde

Foto: Divulgação Médicos tiveram a oportunidade de apontar os problemas da unidade de sugerir melhorias Médicos tiveram a oportunidade de apontar os problemas da unidade de sugerir melhorias

Com intuito de conhecer de perto as necessidades do Hospital Regional de Gurupi (HRG), ouvir demandas e sugestões de melhorias, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, esteve reunido na noite desta última quarta-feira, 2, com médicos e a direção do hospital. Segundo o secretário, uma força tarefa está sendo feita nos hospitais do Tocantins para que os problemas sejam diagnosticados e solucionados da forma mais rápida possível. “Sabemos que existem problemas, um raio-x está sendo feito de tudo, estamos analisando todos os departamentos e buscando solucionar as dificuldades de todas as áreas”, explicou o secretário, reforçando que esta é uma determinação do governador Marcelo Miranda para a área da saúde.

Durante a reunião, os médicos cobraram, entre outras coisas, melhores condições de trabalho, manutenção de equipamentos, mais profissionais para atender a demanda, mais leitos e treinamentos, principalmente para as equipes de enfermagem.

Para o médico, Maurício Cavagalcante, que atua no Pronto Socorro do HRG, apesar dos problemas que existem e que não são exclusivos do hospital, o Pronto Socorro Adulto tem tido melhorias significativas. “A agilidade tem ajudado no fluxo dos atendimentos do hospital e nos leitos e isso tem melhorado muita coisa. A boa vontade dos médicos também influencia muito”, ressaltou Cavalgante.

O  médico e diretor técnico do hospital, Iury Nazareno, aproveitou a ocasião para cobrar melhorias na estrutura do HRG, bem como a criação de um refeitório amplo dentro da unidade. “Essa reunião foi muito importante para que os médicos pudessem expor a situação vivida no dia a dia. Agora esperamos melhorias de trabalho a todos”, disse o diretor técnico.

A par  de toda situação, o secretário Marcos Musafir disse que existe muita vontade e toda força de trabalho será empregada para que as demandas sejam atendidas. “O orçamento da secretaria chega a R$ 1,6 bilhão e a maior parte disto é destinada a pagamentos de salários. O que estamos fazendo são reajustes e estudos para que mais recursos sejam destinados a melhorias de condições de trabalho, a compra de medicamentos, a estrutura das unidades”, explicou o secretário.

Na unidade, o secretário também propôs a criação de uma câmara técnica com foco na melhoria do serviço e disse que a secretaria já está tomando providências para implantação de prontuários eletrônicos.  

Técnicos da Sesau que acompanhavam o secretário registraram todas as reivindicações da categoria e garantiram que vão analisar uma a uma. Atualmente, o Hospital de Gurupi conta com 106 médicos e 126 leitos.

O secretário já realizou reuniões como esta nos hospitais Geral de Palmas e Regional de Araguaína.