Economia

Foto: Divulgação

Pelo terceiro mês consecutivo, a confiança do empresário palmense continua aumentando. A pesquisa que mede o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de fevereiro subiu para 85,7 pontos, apontando um crescimento de 3,3 pontos com relação a janeiro, que registrou 82,4 pontos. Mas na comparação com o mesmo período do ano passado, os sinais das quedas ficam evidentes, já quem em fevereiro de 2015 este índice estava em 99 pontos, com a redução chegando a 13,3 pontos. A ICEC é realizada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e a Fecomércio Tocantins.

“Esse otimismo dos empresários da Capital é muito importante, pois significa que a maioria está confiante na retomada do crescimento e, consequentemente, vê melhoras na economia nacional ao longo desse 2016”, afirmou o presidente em exercício da Fecomércio Tocantins, Domingos Tavares de Sousa.

Para 95,1% dos empresários palmenses a condição atual da economia brasileira piorou. A condição atual do setor do comércio também é vista com pessimismo por 80,8%. O mesmo vale também para a situação atual da empresa, apontada negativamente por 61,7%.

A expectativa sobre a economia brasileira acusou que 54,9% a veem com otimismo. A expectativa para o comércio é também otimista para 70,5% dos empresários. O mesmo valendo para a expectativa da empresa, quando 82,5% disseram que houve melhoras. A situação atual do estoque foi apontada como adequada por 55%.

A expectativa de contratação de funcionários prevê redução no quadro, segundo 65,3% das empresas. O nível de investimento da empresa também prevê redução, de acordo com 69,8%.

Atuando como um indicador antecedente de vendas do comércio, do ponto de vista dos empresários do comércio da Capital, a ICEC de fevereiro foi realizada com 120 empresários nos últimos 10 dias do mês de janeiro. Os números aqui apontados são do índice geral, ou seja, de empresas que possuem até 50 funcionários e das que tem mais de 50 empregados.