Polí­tica

Foto: Koró Rocha

A entrega de homenagens a 18 mulheres indicadas pelos deputados foi a forma como a Assembleia Legislativa do Tocantins comemorou o Dia Internacional da Mulher. Durante a sessão solene realizada na tarde desta terça-feira, 8, também fizeram parte da cerimônia apresentações musicais e discursos de algumas deputadas e homenageadas. Também compareceu a vice-governadora do Estado, Claudia Lelis (PV).

Sobre a história da emancipação feminina, a deputada Amália Santana (PT) comentou que “ser feminista não foi e não será solução. A mulher não precisa ser masculinizada para ser valorizada”. Já a parlamentar Valderez Castelo Branco (PP) citou as leis Maria da Penha e do feminicídio como avanços e fez um apelo para que mais mulheres ingressem na vida pública.

Os deputados Ricardo Ayres (PSB) e Toinho Andrade (PSD), indicaram a mãe para a homenagem. Outros, como Eduardo Siqueira Campos (PTB) e Luana Ribeiro (PR), indicaram pessoas de destaque em suas atividades profissionais como, respectivamente, a missionária, pioneira e professora Margarida Lemos Gonçalves (in memoriam), que também fundou o Colégio Batista de Tocantínia, e a procuradora Maria Roseli de Almeida Pery.

Homenageadas

Receberam honrarias Maria do Socorro Loureiro, Ercíclia Maria Soares, Celeste Alves Póvoa, Dirce de Carvalho Neiva, Gilda Rodrigues dos Santos, Maria Sebastiana Vieira, Maria das Graças de Sousa, Margarida Lemos Gonçalves (in memorian), Dinorah José Costa, Ruth Caetano Cardoso, Leila Siriano Bonagura, Genecí dos Santos Almeida, Luzia Murça Andrade, Ione Bandeira Franco, Edymee de Cássia Tocantins, Maria Nilza Borges, Maria Roseli de Almeida Pery.