Polí­tica

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quinta-feira, 10, o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PTB) informou ter recebido convite da deputada federal Dorinha Seabra Rezende (Dem) para filiação no Democratas. O parlamentar disse estar em posição desconfortável no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). “É uma posição mais confortável do que ficar onde estou, não sendo confortável não ser ouvido, de não ter nenhuma consideração em relação das posições do partido”, afirmou.

Eduardo Siqueira lançou algumas críticas ao PTB e informou não ser candidato nas eleições municipais deste ano. “Não apareço em uma inserção do partido. O partido toma a posição de apoiar o governo sem a vontade daqueles que tiveram votos para serem deputados. Então assim, é uma situação desconfortável. Não pretendo ser candidato mas por estar na Assembleia, ficar sem partido é pior, ainda porque não integra bloco nenhum”, disse.

O deputado Eduardo Siqueira vem conversando com a deputada Dorinha e, segundo ele, falta obter a posição de outros líderes do Democratas para que possa tomar uma decisão. Ainda segundo Eduardo, Dorinha deu como certa a saída do deputado Osires Damaso, presidente da Assembleia Legislativa, do partido. “Estive com a deputada Dorinha três vezes ao longo desses últimos três meses conversando sobre quadro municipal, quadro nacional, sobre eleição municipal e da última vez conversamos sobre partido e ela deu como certa a saída do Damaso e perguntou se eu já tinha decidido que não deixasse de refletir bem. Tenho muito consideração por ela. [...] Tenho que respeitar uma pessoa chamada Lutero César da Fonseca que é presidente municipal do Dem. Qual a visão que ele tem. É meu amigo. Eu não vou para partido nenhum sem ser bem recebido no sentido de bem aceito”, explicou. 

O parlamentar teceu elogios a gestão realizada pela deputada federal professora Dorinha Seabra. "Eu como referência nacional e no estado, com todo o respeito a todos os demais deputados federais, considero a Dorinha aquela representante que dá orgulho para o eleitor. Ela foca, defende e honra a educação nacional", frisou. 

Para Eduardo Siqueira, também é preciso analisar. "Você tem que olhar como que o partido em relação a presidente Dilma, oposição ferrenha: me identifico! Quem são as pessoas que estão lá. Em termos de Tocantins, com a saída do Damaso, não tem ninguém na assembleia", frisou.