Saúde

Foto: Clifton Morais

A dúvida na hora de amamentar é comum para muitas mães, principalmente as de primeira viagem. Por causa disso, uma das atuações da equipe do Banco de Leite do Hospital Regional de Gurupi (HRG) é justamente orientá-las  sobre os procedimentos adequados.

Gisela Guadalupe, coordenadora do Banco de Leite da unidade, explica que a dúvida é constante e normal, mas que o hospital dá todo suporte necessário às mães antes, durante e apos o parto. "O leite materno sem dúvida é o alimento fundamental para o bebê e as mamães precisam estar atentas a todos os cuidados para que a criança não fique prejudicada. Quem tem alguma dificuldade na hora de amamentar deve procurar o Banco de Leite do hospital", explicou a coordenadora.

Helem Ribeiro, de 28 anos, foi uma das atendidas pelo Banco de Leite. "Tive meu bebê na semana passada e o leite estava saindo com dificuldade, mas graças ao atendimento aqui na unidade agora consigo amamentar normalmente", disse Hellem, satisfeita ao ver seu bebe  José Fernando tomando o leite do peito sem nenhuma dificuldade.

Doação de leite e frascos de plástico

A mãe que amamenta o filho e que tem leite sobrando pode ser uma doadora do Banco de Leite. Ela passa por uma  avaliação,  consulta médica e realiza vários exames. O leite é direcionado para mulheres que por algum motivo não puderam amamentar os filhos com o próprio leite.

Outra ação é a arrecadação de frascos de vidro, liso e com tampa de plástico. 

O material também é utilizado para colher o leite. Além disso, o procedimento é feito até em casa, depois de orientação profissional. 

O Banco de Leite Humano funciona anexo ao Hospital Regional de Gurupi.