Economia

Foto: Divulgação

Representantes de entidades de classe empresarial reuniram-se em um almoço nesta segunda-feira, 28, a convite da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) e da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), onde foi oficializado a união das entidades em prol de melhorias para o setor do comércio. Estiveram presentes a Federação do Comércio do Estado do Tocantins (Fecomércio) e a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto).

Na reunião foram definidas a luta contra: a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras (CPMF) e o fim dos sublimites do Simples Nacional nos estados, com elevação para R$ 7.200.000,00 ao ano. Além disso, outro ponto foi o apoio a prorrogação dos financiamentos rurais, onde a estiagem acabou prejudicando toda a cadeia produtiva.

O presidente da Acipa, Kariello Coelho, reforçou que as ações devem ser imediatas. “Essas medidas são fundamentais para que o País não sofra mais ainda, e para fazer com que as empresas possam manter a força de trabalho e voltem a crescer o mais rápido possível”, disse.

O presidente da Aprosoja, Ruben Ritter, salientou a importância dessa união. "Importante que estas entidades representativas estejam unidas na defesa destas três questões prioritárias, junto aos parlamentares federais. Mais do que nunca saberemos reconhecer o apoio dos parlamentares às nossas reivindicações”, destacou.